cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Por que Elvis Presley é o Rei?

    Cinebiografia 'Elvis', dirigida por Baz Luhrmann, chega em breve aos cinemas
    Por Daniel Reininger
    04/06/2022 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Elvis, cinebiografia de Elvis Presley dirigida por Baz Luhrmann (Moulin Rouge - Amor em Vermelho), destaca a rebeldia do astro do rock e promete encantar os amantes da música no cinema.

    Protagonizado por Austin Butler (Elvis Presley) e Tom Hanks (Coronel Tom Parker), Elvis investiga a enigmática dinâmica entre o Rei do Rock e Parker, seu empresário, ao longo de 20 anos, desde a ascensão do astro à fama até seu estrelato sem precedentes.

    Mas você sabe porque ele é 'O Rei'? A gente explica:

    O filme

    Elvis tem roteiro assinado pelo visionário Baz Luhrmann, em parceria com o trio Sam Bromell, Craig Pearce e Jeremy Doner. O longa traz no elenco nomes como Helen Thomson, Richard Roxburgh e Olivia DeJonge, além de Austin Butler (Elvis Presley) e Tom Hanks (Coronel Tom Parker).

    O longa é um mergulho na complexa relação de Elvis Presley e seu empresário, o coronel Tom Parker. Durante mais de 20 anos, eles trabalharam lado a lado, desde a ascensão do cantor até seu estrelato. Outra figura que fez parte dessa jornada foi Priscilla Presley, uma das pessoas mais importantes na vida do Rei do Rock.

    Com distribuição da Warner Bros., Elvis chega aos cinemas no dia 14 de julho.

    O Rei

    Elvis Aaron Presley foi apelidado de "Rei do Rock and Roll", ou simplesmente "O Rei" por ser considerado um dos ícones culturais mais significativos do século XX, afinal, fez uma série de aparições bem-sucedidas na televisão, colocou suas músicas no topo das paradas de sucesso e se tornou a principal figura do rock and roll.

    Sua carreira musical começou em 1954, quando o produtor Sam Phillips quis levar o som da música afro-americana para um público mais amplo. Acompanhado pelo guitarrista Scotty Moore e pelo baixista Bill Black, foi um pioneiro do rockabilly, uma fusão de música country e rhythm and blues.  

    Suas interpretações energéticas das canções e seu estilo de dança sexualmente provocante, combinados com uma mistura de influências além da barreira da cor, fizeram-no enormemente popular e controverso. Ele ainda é o artista solo mais vendido na história da música.

    Para você ter uma ideia, logo o seu primeiro single, "Heartbreak Hotel", que foi lançado em janeiro de 1956, se tornou um sucesso e alcançou o primeiro lugar nas paradas dos Estados Unidos. 

    Em novembro de 1956, pouco tempo depois de seu primeiro sucesso, Presley já fazia sua estreia no cinema em Love Me Tender e ampliou ainda mais sua base de fãs, agora com uma carreira sólida em Hollywood.

    Em 1973, tornou-se o primeiro artista solo a ter um show transmitido ao redor do mundo, Aloha from Hawaii. Algo realmente impressionante para a época.

    Elvis ganhou ainda três Grammys, recebeu o Grammy Lifetime Achievement Award aos 36 anos e foi incluído em vários Halls da Fama. 

    O cantor detém vários recordes, incluindo os álbuns de ouro e platina, o maior número de álbuns na Billboard 200, os mais números um de um artista solo no UK Albums Chart e o maior número de singles número um no UK Singles Chart, entre outros.

    Legado

    A ascensão de Presley transformou a música e teve um enorme efeito na cultura pop mundial. 

    Com o rock and roll, Elvis foi o responsável por criar um marco da cultura jovem e da atitude rebelde.

    O cantor Little Richard comentou sobre ele: "Era um integrador. Elvis era uma bênção. Não deixavam a música negra passar. Ele abriu a porta para a música negra".

    O presidente dos EUA, Jimmy Carter, comentou seu legado em 1977: "Sua música e sua personalidade, fundindo os estilos country dos brancos e rhythm and blues dos negros, mudaram permanentemente a face da cultura popular americana. Era um símbolo para as pessoas de todo o mundo da vitalidade, rebeldia e bom humor de seu país."

    John Lennon, membro dos Beatles, disse que "nada realmente me afetou até Elvis."

    O músico Bob Dylan descreveu a sensação de ouvi-lo pela primeira vez "como sair da prisão".

    Presley também foi o primeiro a mostrar como a fama das celebridades se tornaria algo massivo na era da comunicação de massa. Aos 21 anos, um ano após sua primeira aparição na televisão, já era considerado uma das pessoas mais famosas do mundo.

    Em pesquisas recentes, ainda é reconhecido como um dos mais importantes e influentes artistas do mundo.

    Além disso, com sua ascensão da pobreza à riqueza e fama massiva, parecia simbolizar o Sonho Americano, mais um motivo de seu sucesso.

    Ele realmente é 'O Rei', afinal, abriu portas, bateu recordes que ainda perduram e mudou a cultura pop como conhecemos.

    Veja mais