cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Você ainda não sabe quem é Quentin Tarantino? A gente te conta!

    Uma participante do BBB 21 revelou não saber quem é o cineasta após Tiago Leifert citá-lo no programa
    Por Thamires Viana
    08/03/2021 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Na noite do último domingo (07), Viih Tube, a participante do Big Brother Brasil 21, revelou não conhecer o cineasta Quentin Tarantino após Tiago Leifert citar o nome dele durante o programa ao vivo. Na ocasião, o apresentador usou a referência para dizer que o paredão da noite seria algo bem Tarantino ou seja, com "sangue para todo lado".

    Horas após o encerramento do programa, a atriz e youtuber confessou para outros participantes: "Não sei o que é Tarantino. Quando ele falou, eu fiquei pensando 'o que é Tarantino?'". Já Fiuk, outro participante do programa, afirmou que sentiu medo quando Leifert citou o nome do americano. "A característica dele é chacina no final", riu o ator e cantor. 

    Se assim como Viih Tube, você também não sabe quem é Quentin Tarantino e quais são os grandes trabalhos do cineasta, a gente te conta!

    Vem ver:

    Quentin Tarantino

    Aos 57 anos, o cineasta americano Quentin Tarantino é um dos grandes nomes do cinema contemporâneo. Nascido no Tennessee, nos EUA, ele escreveu seu primeiro roteiro de cinema quando tinha apenas 12 anos. Intitulado Captain Peachfuzz and the Anchovy Bandit, o texto era sobre um bandido que assaltava pizzarias acompanhado por uma mulher e os dois se apaixonam. 

    Aos 16 anos, quando mudou-se com a família para Los Angeles, Tarantino cursou atuação na James Best Theatre Company e aprofundou ainda mais sua grande paixão pelo cinema. Aos 21 anos, o jovem conseguiu um emprego de balconista na Video Archives, uma famosa videolocadora que era localizada em Manhattan. Foi nesse trabalho que Tarantino conheceu Roger Avary, que mais tarde também se tornou cineasta e colaborador no roteiro de Pulp Fiction: Tempo de Violência, um dos maiores e mais significativos trabalhos de Tarantino nos cinemas.

    Embora permanecesse nos estudos de atuação, o americano passou a se dedicar cada vez mais à escrita de histórias. Aos 24, comandou My Best Friend's Birthday, filme que é conhecido como seu primeiro trabalho de direção. A produção em preto e branco é recheada de imprevistos e acompanha um jovem presenteando seu melhor amigo com uma prostituta no dia de seu aniversário. Não demorou muito para que o jovem chamasse a atenção em Hollywood: ao vender os roteiros de Amor à Queima-Roupa e Assassinos por Natureza, filmes dirigidos por Tony Scott e Oliver Stone, respectivamente, o tom sangrento e violento de Tarantino foi visto como um novo estilo para os longas de ação, algo que o colocou em destaque no universo hollywoodiano. 

    Sempre autoral, o cineasta assume desde à criação até à direção e escolha de elenco de seus filmes, garantindo que tudo saia exatamente como ele planejou. Prova disso é que seu primeiro grande trabalho, Cães de Aluguel, de 1992, colocou o cineasta como a nova promessa do cinema naquele ano. Dois anos mais tarde, em 1994, chegava às telas Pulp Fiction: Tempo de Violência, filme que revolucionaria a indústria de filmes independentes na década. O trabalhou saiu como o grande vencedor do Palma de Ouro no Festival de Cannes e ainda deu a Tarantino o Oscar de Melhor Roteiro Original.

    Em 1996, escreveu Um Drink no Inferno, filme no qual atuou ao lado de George Clooney. Já em 1997 escalou Pam Grier e Robert DeNiro para estrelarem Jackie Brown

    Cena de Pulp Fiction (1994)Reprodução
    Continua após o anúncio

    Seis anos depois, em 2003, Tarantino garantiu mais um estouro em sua carreira: o lançamento de Kill Bill Vol.1. Rendendo mais de US$ 330 milhões de dólares nas bilheterias, a ação estrelada por Uma Thurman - que já havia trabalhado com o diretor em Pulp Fiction - homenageia os cinemas dos anos 70 mesclando gêneros e movimentos como o Blaxploitation, filmes de kung fu, os faroestes italianos e a clara inserção do trash. O sucesso foi absoluto e no ano seguinte chegou aos cinemas a sequência Kill Bill.Vol 2

    Em 2007 se uniu ao diretor Robert Rodriguez para criar o projeto Grindhouse, que consistia em exibir filmes com referências claras ao cinema B, reunindo gore e trash propositais e produções de baixo orçamento. Dessa união saíram os filmes Planeta Terror e À Prova de Morte.

    Dois anos depois Tarantino recontou do seu jeito os eventos da Segunda Guerra Mundial em Bastardos Inglórios, filme que rendeu a ele o Critics' Choice de Melhor Roteiro Original. Trazendo Brad Pitt e Chistopher Waltz no elenco, o longa levou oito indicações ao Oscar e deu o prêmio de ator coadjuvante para Waltz.

    Em 2012 foi a vez de Django Livre, longa que levou o Oscar de Melhor Roteiro Original e, mais uma vez, mostrou a versatilidade do cineasta em aprofundar personagens, temas e garantir os melhores diálogos. Estrelado por Jamie Foxx, Leonardo DiCaprio, Samuel L. Jackson e trazendo o retorno de Waltz, este se tornou um grande sucesso e também o filme de maior bilheteria da carreira de Tarantino com US$ 425 milhões ao redor do mundo. 

    Cena de Django Livre (2012)Reprodução

    Já em 2015, o cineasta comandou Os Oito Odiados, que reuniu Samuel L. Jackson, Kurt Russell e Jennifer Jason Leigh em uma trama dividida em seis capítulos que segue oito refugiados isolados em uma montanha durante uma tempestade de neve. O filme levou para casa o Oscar de Melhor Trilha Sonora assinada pelo saudoso Ennio Morricone

    O mais recente trabalho de Tarantino é Era Uma Vez Em... Hollywood, filme que trouxe às telonas uma homenagem à Hollywood dos anos 60 e abordou ainda o culto de Charles Manson, um dos assassinos mais notórios da história dos EUA. Estrelado por Brad Pitt, Leonardo DiCaprio e Margot Robbie, a produção somou US$ 389 milhões e concorreu a dez Oscars, saindo vencedor nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante para Pitt e Melhor Direção de Arte para Barbara Ling e Nancy Haigh

    Veja a linha do tempo dos trabalhos comandados por Quentin Tarantino:

    • My Best Friend's Birthday
    • Cães de Aluguel
    • Pulp Fiction: Tempo de Violência
    • Jackie Brown
    • Kill Bill Vol. 1
    • Kill Bill Vol. 2
    • À Prova de Morte
    • Bastardos Inglórios
    • Django Livre
    • Os Oito Odiados
    • Era Uma Vez Em... Hollywood
    Continua após o anúncio

    Confira o trailer de Era Uma Vez Em... Hollywood

    Conteúdo Relacionado