cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Quentin Tarantino é processado por 'Pulp Fiction'; diretor responde

    O estúdio Miramax está movendo uma ação contra o cineasta após venda de NFTs com base no roteiro
    Por Thamires Viana
    17/11/2021 - Atualizado há 13 dias

    Segundo informações da Variety, o cineasta Quentin Tarantino está sendo processado pelo estúdio Miramax por violação de direitos autorais pela venda de NFTs - itens inteiramente digitais - com base no roteiro de Pulp Fiction: Tempo de Violência, clássico dos anos 90.

    No último dia 02 de novembro, Tarantino anunciou a venda de cenas exclusivas aos fãs em uma convenção de cripto-arte em Nova York. A ideia do diretor é vender alguns trechos do roteiro original do filme acompanhados de comentários. O arquivo secreto terá seu conteúdo liberado exclusivamente pelo usuário que realizar a compra.

    Porém, a ação movida pela Miramax afirma que Tarantino não consultou previamente o estúdio que ainda detém os direitos do longa. Os advogados tentam bloquear as vendas já que a própria Miramax tinha planos de entrar no mercado de NFTs com os ítens de Pulp Fiction: Tempo de Violência.

    [ATUALIZAÇÃO - 18 de novembro às 17h07]

    Bryan Freedman, advogado de Tarantino, divulgou um comunicado oficial sobre o tema afirmando que o cineasta tem direito às vendas das NFTs.

    "A Miramax está errada - pura e simplesmente. O contrato de Quentin Tarantino é claro: ele tem o direito de vender NFTs de seu roteiro escrito à mão para Pulp Fiction: Tempo de Violência e essa tentativa desastrada de impedi-lo de fazer isso fracassará. Mas a decisão cruel da Miramax de divulgar informações confidenciais sobre os contratos e compensações de seus cineastas manchará sua reputação de maneira irreparável muito depois de este caso ser encerrado.

    Cena de Pulp Fiction: Tempo de ViolênciaReprodução

    Pulp Fiction: Tempo de Violência

    Pulp Fiction - Tempo De Violência consagrou-se como uma das mais icônicas produções da sétima arte entrando para a lista dos 100 melhores filmes de todos os tempos pelo American Film Institute

    Estrelado por John Travolta, Samuel L. Jackson e Uma Thurman, o filme conquistou o coração do público e dos críticos em 1994 quando saiu vencedor do Palma de Ouro no Festival de Cannes naquele ano. Em 1995, levou sete indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme e Melhor Direção, saindo de lá com a estatueta de Melhor Roteiro Original para Quentin Tarantino e Roger Avary. 

    Veja também: