cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Como os reality shows da Netflix vêm aprofundando os relacionamentos amorosos

    Títulos como 'Sexy Beasts' e 'Brincando com Fogo' mostram ao público formas diversas de conhecer um amor
    Por Thamires Viana
    07/09/2021 - Atualizado há 10 dias

    Se você é um assinante da Netflix já deve ter reparado nas inúmeras produções que chegam ao catálogo toda semana, certo? Um dos grandes focos da gigante do streaming nos últimos tempos é, sem dúvidas, os reality shows, principalmente aqueles focados nos relacionamentos amorosos.

    Com uma quantidade absurda de programas do gênero, a plataforma criou até um espaço específico para abrigá-las. Não à toa, os conteúdos vêm conquistando o público e ganhando até versões nacionais.

    O curioso disso é algumas das produções vêm mostrando ao público novas maneiras de se envolver em um relacionamento amoroso, enquanto outras exploram as diferentes formas de amar. Assim, muitos programas feitos para nos divertir, também nos fazem refletir sobre como as relações se desenvolvem atualmente, em uma época em que a internet e os aplicativos de namoro dominam esse tema.

    Harry Jowsey e Francesca Farago, participantes do reality Brincando com FogoReprodução

    Uma delas é Brincando com Fogo, reality americano que dá o que falar em seus episódios. Nele, os participantes são proibidos de manter qualquer contato físico uns com os outros, caso contrário, perdem o prêmio de US$ 100 mil dólares. 

    O que mais chama a atenção no reality é que ele prevê que os integrantes criem conexões reais entre si, principalmente aqueles que gostam mesmo de uma boa "pegação". O experimento garante que eles conversem mais, descubram mais uns sobre os outros e, assim, criem um envolvimento que vá além do sexo.

    Trazendo isso para a vida fora do reality, entramos no que o filósofo Zygmunt Bauman já dizia sobre as relações atuais: elas são, em sua grande maioria, líquidas, ou seja, sem grandes aprofundamentos. Com a era digital, na qual os aplicativos de namoro são grandes aliados para encontrar um parceiro, nem sempre estamos assim tão próximos do amor verdadeiro e das grandes conexões entre as pessoas. 

    O reality ganhou uma versão nacional chamada Brincando com Fogo Brasil que segue a mesma premissa, trazendo um grupo de "pegadores" para esse retiro que vale R$ 500 mil reais. Embora muitos casais quebrem as regras, alguns saem de lá com um pensamento diferente sobre como se relacionarem. 

    Cena do reality Sexy BeastsReprodução

    Já o curioso Sexy Beasts trouxe muita irreverência à Netflix, já que sua principal arma era fazer com que os participantes se conhecessem vestidos como criaturas, muitas vezes, medonhas! Embora seus episódios sejam totalmente cômicos, o programa também traz exemplos de como se relacionar de uma maneira mais profunda. 

    A produção escalou pessoas que se importam bastante com a aparência física na hora de encontrar um parceiro e, por isso, as levaram fantasiadas nos encontros. Assim, Sexy Beasts mostrou como, nem sempre, é só o físico que importa e fez com que seus integrantes aprofundassem conversas, coisas em comum e até mesmo visões sobre um relacionamento uns com os outros, antes de revelar o rosto dos escolhidos. 

    O mesmo acontece com Casamento às Cegas, programa que tenta mostrar ao público como o amor é cego! Nele, homens e mulheres participam de alguns encontros nos quais apenas conversam e não podem se ver. Os encontros presenciais acontecem apenas quando os pombinhos decidem se casar e, assim, eles ganham um tempo para se conhecerem ainda mais. Curioso, hein?

    Cena de Casamento às CegasReprodução

    O oposto ao que conhecemos hoje também integra o streaming. Em O Crush Perfeito, os participantes "voltam" alguns anos no passado e deixam de lado os aplicativos de namoro! Eles vão em encontros às cegas para conhecerem seus novos pretendentes cara a cara e, dessa forma, saber se a afinidade rolará em uma conversa longe das mensagens de texto.

    Ambientado na cidade de São Paulo, o programa reflete sobre como, muitas vezes, os jovens adultos estão acostumados a se relacionarem através do celular e conhecer as pessoas apenas por meio de aplicativos. Os participantes mostram que às vezes é importante "quebrar" esse hábito para que suas relações humanas voltem a ser mais profundas.

    Cena do reality O Crush PerfeitoReprodução

    Outro reality interessantíssimo para se refletir sobre as diferentes formas de amor é o doce Amor no Espectro, que ao longo de cinco episódios mostra como jovens com autismo se relacionam amorosamente. Com muita leveza, o programa americano funciona como uma espécie de série documental que amplia as visões sobre o assunto com quem realmente entende.

    Os jovens conversam sobre suas relações, dificuldades de envolvimento e experiências amorosas que já viveram. Além disso, Amor o Espectro conta ainda com especialistas que os ajudam a ir a primeiros encontros e manter os envolvimentos com seus pretendentes.  

    Cena do reality Amor no EspectroReprodução

    E aí, alguns desses reality shows da Netflix já te fez refletir sobre como estão as relações amorosas nos dias de hoje? E qual deles você mais gosta? Conta para gente nas nossas redes sociais :) 

    Veja mais: