cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Como Reese Witherspoon se tornou a mulher mais valiosa de Hollywood

    Entenda como a 'Legalmente Loira' atingiu um posto tão cobiçado
    Por Da Redação
    19/08/2021 - Atualizado há 3 meses

    Em agosto de 2021, a atriz e produtora Reese Witherspoon foi manchete em Hollywood por motivos invejados por muitos. 

    A loira, que completa 46 anos nesta segunda-feira (22), vendeu sua produtora, a Hello Sunshine, por um valor de US$ 900 milhões — o equivalente a R$ 4,6 bilhões, segundo o The Hollywood Reporter. Entretanto, ela continua no comando de operação e fazendo parte do conselho da empresa. 

    Além disso, no mesmo período, a Forbes divulgou que para ter a atriz em uma produção, o valor a ser desembolsado também é altíssimo. Enquanto performer, Witherspoon vale cerca de US$ 400 milhões!

    Mas o que tornou a eterna Elle Woods, de Legalmente Loira, tão rentável nos últimos anos? 

    Descubra:

    2014 de ouro

    Reese venceu um Oscar em 2006 Divulgação (IMDb)

    Em Hollywood, infelizmente, mulheres tem um prazo de validade na carreira. Ao sentir que o seu estava chegando, Reese resolveu tomar o controle da sua carreira e, em 2012, lançou uma produtora, a Pacific Standard — que viria depois  a se tornar parte da Hello Sunshine — pois, segundo ela, “sua vontade era de produzir títulos estrelados por protagonistas fortes, que estavam faltando na indústria”. 

    Boa parte das produções encabeçadas pela Hello Sunshine vêm do clube do livro fundado por Reese. Trazendo o mesmo nome da produtora, a proposta é ler romances escritos por mulheres, com histórias sobre mulheres e, posteriormente, levá-las às telas. 

    Com isso em mente, em 2014, ela se tornou produtora em Garota Exemplar (2014), que arrecadou mais de US$ 369.3 mundialmente e é baseado no romance homônimo da escritora Gillian Flynn. 

    No mesmo ano, ela também produziu e estrelou Livre (2014), baseado nas memórias de Cheryl Strayed. Pelo papel, a atriz foi bastante aclamada pela crítica e pela indústria, recebendo uma indicação ao Oscar pela primeira vez em praticamente uma década após a vitória em 2006. Curiosamente, ela disputou o prêmio contra Rosamund Pike, a estrela de Garota Exemplar

    Um farofão também ajuda

    Sofia Vergara e Reese levaram um grande público às salas de cinema com comédia de ação Belas e PerseguidasDivulgação (Amazon Prime Video)

    Sabendo que o cinema comercial também pode abrir umas boas portas, em 2014 Witherspoon ainda produziu e estrelou Belas e Perseguidas, lançado apenas em 2015. 

    Na comédia de ação, também protagonizada por Sofía Vergara (Modern Family), as moças vivem uma dupla de personalidades opostas que se unem para se livrar da polícia e de bandidos. A comédia foi outro acerto, arrecadando mais de US$ 50 milhões nas bilheterias, e dando a Witherspoon outro público nas telonas. 

    Grandes pequenas mentiras e mais um enorme sucesso

    Big Little Lies foi o fenômeno de 2017 Divulgação (HBO)

    Em 2017, a carreira de Witherspoon atingiu um novo patamar como produtora graças à minissérie Big Little Lies, da HBO Max

    A série limitada, baseada no best-seller da autora Liane Moriarty, foi a sensação do ano. A trama era bem simples: Em uma cidade pequena, um grupo de mulheres se envolve em uma investigação de assassinato. Sendo que essas mulheres eram um time de celebridades de alto padrão como Witherspoon, Nicole Kidman (que produziu ao lado de Reese), Shailene Woodley, Zoë Kravitz e Laura Dern

    Big Little Lies foi dirigida por Jean-Marc Vallée, com quem Reese trabalhou em Livre, e adaptada por David E. Kelley. Sucesso absoluto, a produção ganhou todos os prêmios de minissérie do ano, incluindo o Emmy. 

    Não o suficiente, a HBO resolveu renovar a produção para mais uma temporada — embora anunciada anteriormente como uma série limitada. Para a segunda temporada, o time ficou ainda mais estelar com a contratação de Meryl Streep. Os novos episódios de Big Little Lies estrearam na emissora em 2019.

    Mais aventuras lucrativas na televisão

    Jennifer Aniston e Reese são amigas e rivais em The Morning Show, da AppleTV+Divulgação (Apple TV+)

    Witherspoon atualmente produz e estrela a série da Apple TV+ The Morning Show, ao lado de Jennifer Aniston e Steve Carell

    Pela produção, Reese ganha cerca de US$ 2 milhões por episódios. A produção foi aprovada pela companhia fundada por Steve Jobs por duas temporadas que somam 20 episódios na plataforma. Witherspoon foi indicada ao Globo de Ouro de melhor atriz em série de drama por seu trabalho na produção. 

    Além disso, Reese tem outro projeto na Apple TV+, Truth Be Told, na qual atua como produtora executiva. O título é estrelado por Octavia Spencer e conta com duas temporadas.

    O que ainda vem por aí

    Kerry Washington e Witherspoon lucraram alto com Pequenos Incêndios por Toda Parte, minissérie de sucesso da Amazon Prime Video de 2020Divulgação (Prime Video)

    Em 2020, Witherspoon produziu e estrelou a minissérie Little Fires Everywhere, contracenando com Kerry Washington, outra adaptação para a televisão. Mas o que mais a loira bilionária tem pela frente?

    Além de estrelar e produzir seus próprios programas de televisão, Witherspoon atuará como produtora executiva de outras séries de televisão e longas-metragens, para diferentes plataformas de streaming e redes abertas, que inclui as emissoras Apple TV+, Amazon Prime Video, ABC (que faz parte da Disney), Starz e Netflix

    Um dos projetos mais aguardados pelos fãs de literatura é a adaptação de Daisy Jones & The Six, romance de Taylor Jenkins Reid que teve seus direitos adquiridos pela Hello Sunshine. Com a produção já em andamento, a série chegará diretamente ao catálogo do Amazon Prime Video ainda este ano.

    Outra adaptação que chegará às telonas do cinema encabeçada por Reese é Um Lugar Bem Longe Daqui, filme baseado no best-seller homônimo de Delia Owens. O drama será estrelado por Daisy Edgar-Jones e dirigido por Olivia Newman. 

    Veja também: