The Witcher: Comparamos jogos e livros para descobrir o que vêm por aí

The Witcher promete muitas mudanças na segunda temporada

19/10/2020 17h33

Por Daniel Reininger

A segunda temporada de The Witcher está cada vez mais próxima e todo mundo quer saber o que esperar do segundo ano da série baseada nos livros de Andrzej Sapkowski, com Henry Cavill (O Homem De Aço), no papel principal. A série empolgou os espectadores da Netflix e agora mal podemos esperar pelos novos epísódios, que prometem muitas mudanças!

A trama da série fantástica é focada no arco dos três personagens principais: Geralt de Rívia, Yennefer de Vengerberg (Anya Chalotra) e a Princesa Cirilla (Freya Allan). Na primeira temporada, a ligação dos três é estabelecida ao longo de anos. A franquia também é conhecida pelas adaptações nos games.

Ambientado num mundo repleto de humanos, elfos, bruxos e monstros, a segunda temporada terá mais caça a seres bizarros e maquinações políticas capazes de mudar o mundo inteiro, mas espere também um programa ainda mais ambicioso e mais fácil de acompanhar, mas será que os jogos podem indicar o que vêm por aí?

Trama

Mais linear do que a primeira temporada, o novo ano permitirá que os espectadores acompanhem de forma mais fácil as histórias de Geralt, Ciri e Yennefer. "As linhas do tempo foram feitas principalmente para que pudéssemos acompanhar a história de Geralt ao mesmo tempo em que conhecíamos as de Yennefer e Ciri. O que fizemos ao fim da primeira temporada foi juntá-los no mesmo momento, e suas histórias vão se cruzar mais", explica a showrunner Lauren Hissrich.

A nova temporada mostrará a transformação de Ciri de princesa para guerreira. "Estamos realmente tentando saboreá-la", disse a showrunner. "Ciri será ainda mais presente nesta próxima leva de episódios. Sua transformação e crescimento concilia com o começo de seu treinamento, no qual ela realmente se torna a personagem que conhecemos nos livros e depois nos games", explica.

Distante dos games, a primeira temporada foi em grande parte adaptadada dos contos O Último Desejo e A Espada do Destino e a segunda temporada deve ser baseado no romance The Witcher, Sangue dos Elfos, mais focada na relação de Geralt, Yennefer e Ciri.

O livro começa com Geralt e Ciri na antiga Fortaleza de Kaer Morhen, local onde os bruxos são treinados e onde Ciri provavelmente começará a seguir seu destino. Do jeito que as coisas terminaram na primeira temporada, não deve demorar para a série mostrar essa dinâmica.

Veja a sinopse oficial:

"Convencido da morte de Yennefer durante a Batalha de Sodden, Geralt de Rivia leva a princesa Ciri ao lugar que ele mais conhece, a casa de sua infância em Kaer Morhen. Enquanto os reis do Continente, os elfos, os humanos e os demônios lutam pela supremacia fora de seus muros, ele deve proteger a menina de algo bem mais perigoso: o misterioso poder que ela tem em si."

Games

A trilogia Witcher da desenvolvedora CD Projekt Red é uma das séries de RPG mais populares de todos os tempos, principalmente The Witcher 3: Wild Hunt, que ganhou vários prêmios e foi escolhido como Jogo do Ano de 2015. Veja o trailer:

Mas a série da Netflix não se baseia nos jogos e sim diretamente nos livros, com isso, os games não dão muitas pistas sobre a trama da segunda temporada.

Na verdade, as diferenças são maiores do que muita gente imagina:

Por exemplo, um dos melhores personagens dos jogos da CD Projekt Red e dos romances originais de Sapkowski é o bardo elegante e mulherengo Dandelion, um dos amigos mais próximos de Geralt. Ele também diverte no programa da Netflix, embora ele tenha um nome diferente: Jaskier, nome original do livro.

Outra diferença é que, nos jogos, Geralt carrega duas espadas: a de aço para lutas regulares e a de prata para combater monstros, mas no show você raramente vê Geralt com as duas presas às costas. Isso é algo que vem diretamente dos livros, nos quais Geralt tende a deixar sua espada de prata em seu cavalo, Roach. De acordo com o armeiro da The Witcher, Nick Jeffries, prata é um material macio e frágil e é melhor não ser colocado em uso a toa.

Sem falar em Triss Merigold, que não só é ruiva nos jogos, como também é um dos interesses românticos de Geralt. Inclusive, no terceiro game existe um triângulo amoroso entre os dois e Yeneffer, mas o programa de TV é mais compacto e esse aspecto não deve aparecer na trama. Ou pelo menos não tão cedo.

Até o próprio continente é diferente nos games e na série. O mapa produzido para os jogos funciona bem, mas apresenta inconsistências se comparadas aos livros. Já mapa feito para o programa da Netflix parece uma mistura do mapa do videogame e o divulgado no site polonês dos romances, tudo para tentar uma precisão maior.

The Witcher apresenta um mundo amplo repleto dos personagens e, ao contrário dos jogos, a série tem que atrair um público grande, muitas vezes que não está disposto a se comprometer com histórias de fantasia. "Você não quer alienar pessoas que nunca ouviram falar de The Witcher", disse Hissrich ao site Looper. "Ao tentar explicar o que era um Witcher e todos esses novos nomes e todos esses novos lugares e coisas que parecem desconhecidas... eu queria ter certeza de que estava fazendo isso em pequenas doses." Ou seja, alguns personagens dos jogos foram combinados ou receberam novos papéis e algumas tramas deixadas de lado para deixar tudo mais acessível.

Elenco

Mas para quem já foi conquistado pela série, a boa notícia é que os personagens principais retornam:  Henry Cavill, Anya Chalotra e Freya Allen como Geralt, Yennefer e Ciri, respectivamente. Sem falar de Joey Batey (Jaskier), MyAnna Buring (Tissaia), Tom Canton (Filavandrel), Terence Maynard (Artorius), Lars Mikkelsen (Stregobor), Anna Shaffer (Triss Merigold) e Therica Wilson Read (Sabrina).

Cavill até fez um post sobre o treinamento que está fazendo para viver o protagonista:

A Netflix também anunciou novidades no elenco, incluindo Kristofer Hivju, de Game of Thrones, no papel de Nivellen. Agnes Bjorn como Vereena. Aisha Fabienne Ross como Lydia, uma feiticeira e assistente de Vilgefortz. Mecia Simson como Francesca, provavelmente Francesca Findabair, uma poderosa governante élfica.

Yasen Atour, Paul Bullion e Thue Ersted Rasmussen se unem ao elenco como os bruxos Coen, Lambert e Eskel, respectivamente. Para fechar, Kim Bodnia (da série Killing Eve) interpretará Vesemir, o bruxo mais velho e experiente do Continente e a pessoa mais próxima de Geralt. A adição desse último era muito esperada pelos fãs dos livros e dos games.

Visual 

Nas fotos divulgadas pela Netflix, podemos ver o protagonista Geralt (Henry Cavill) com uma nova armadura. Confira:

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma nova armadura, o mesmo bruxo. As primeiras imagens do @henrycavill como Geralt na segunda temporada de @witchernetflix estão aqui.

Uma publicação compartilhada por Netflix Brasil (@netflixbrasil) em5 de Out, 2020 às 6:36 PDT

Veja imagens de Ciri:

 

Estreia

A segunda temporada de The Witcher ainda não tem uma data de estreia definida, mas chegará em 2021. O primeiro ano da série está disponível na Netflix.

A primeira temporada de The Witcher está disponível na Netflix. Veja o trailer da primeira temporada:


Veja também: 

Opinião: The Witcher, da Netflix, é uma divertida bagunça

The Witcher: Entenda as linhas temporais da série

V de Vingança e a origem da máscara dos protestos


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus