Saiba tudo sobre os filmes que abordarão o caso Richthofen

A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais trazem dois pontos de vista do crime

28/02/2020 17h43 (Atualizado em 19/08/2020 12h15)

Por Thamires Viana

A Menina Que Matou Os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais, filmes baseados no caso dos assassinatos da família Von Richthofen, chamam atenção e muito já se fala sobre as produções que mostrarão os pontos de vista opostos dos assassinos nas telonas.

Na trama, Carla Diaz viverá Suzane Von Richthofen, filha de Manfred e Marísia, casal assassinado pelos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos, vividos por Leonardo Bittencourt e Allan Souza, respectivamente.

Saiba tudo sobre os filmes:

POR QUE SERÃO LANÇADOS DOIS FILMES SOBRE O CASO?

Cena do trailer de A Menina que Matou os Pais


A ideia de fazer dois filmes com versões diferentes da história surgiu durante a leitura do processo, que apontou pontos divergentes nos relatos apresentados pelo casal Suzane e Daniel. "Fazer esse projeto foi um grande desafio, pois filmamos ao mesmo tempo dois longas, duas versões e dois pontos de vista sobre uma história", revelou o diretor Mauricio Eça.

Os dois roteiros são assinados por Ilana Casoy, criminóloga, escritora e maior especialista em serial killers do Brasil, e Raphael Montes, escritor brasileiro de literatura policial sucesso de público e de crítica.

A Menina Que Matou Os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais serão exibidos em sessões alternadas, e segundo à Galeria Distribuidora, responsável pela distribuição dos longas, ambos deixarão ao público a interpretação dos fatos e das versões.

AS VERDADES SOBRE A PRODUÇÃO DOS FILMES

Cena de A Menina que Matou os Pais


No final de 2019, a Galeria Distribuidora divulgou um release que desmistifica pontos importantes sobre a produção dos dois filmes. Confira:

1 . Ambos foram produzidos 100% com investimento privado, ou seja, sem o auxílio de verba pública como Lei Rouanet ou fundo setorial.

2 . Tanto Suzane Von Richthofen quanto Daniel e Cristian Cravinhos não estão envolvidos com o filme e tampouco têm contato com atores, produtores, diretor ou equipe.

3 . Nem o trio ou qualquer outra pessoa retratada nos filmes receberá dinheiro da produção, de bilheteria ou de direitos autorais. Por se tratar de um caso público, a produção não tem qualquer conexão com os envolvidos, e por isso não haverá qualquer tipo de pagamento.

4 . O filme é uma adaptação cinematográfica de uma história real, reconstituída a partir das informações que constam nos autos do processo, em especial os depoimentos dos envolvidos.

5 . Os atores e a equipe técnica passaram por treinamento com Ilana Casoy, coautora do roteiro. Ela acompanhou todo o processo na época do crime, e estava presente na reconstituição e no julgamento dos acusados.

CONHEÇA O TRIO PRINCIPAL

• Carla Diaz - Suzane Richthofen

Cena de A Menina que Matou os Pais



A atriz estreou na TV aos 4 anos de idade com a novela Éramos Seis, do SBT, e ganhou destaque nas primeiras quatro temporadas da versão brasileira de Chiquititas, também na emissora paulista. Na TV Globo, atuou em Laços de Família, O Clone, A Casa das Sete Mulheres, A Força do Querer e Espelho da Vida. No cinema, Carla participou de filmes como Xuxa Pop Star e Jogos Clandestinos.

Na trama ela vive Suzane, filha de Manfred e Marísia von Richthofen

• Leonardo Bittencourt - Daniel Cravinhos

Cena de A Menina que Matou os Pais


O ator estreou na TV em Malhação: Vidas Brasileiras e integrou o elenco da série nacional Segunda Chamada, também exibida pela Rede Globo. Em entrevista à Revista Quem, Leonardo revelou que o sonho de se tornar ator surgiu ainda na adolescência. Aos 19 anos, ele saiu de Manaus, sua cidade natal, e foi morar no Rio de Janeiro para cursar teatro.

Nos longas ele interpreta Daniel Cravinhos, namorado de Suzane Richthofen.

 Allan Souza Lima - Cristian Cravinhos

Cena de A Menina que Matou os Pais


Allan iniciou sua carreira como ator em 2008 em Caminhos do Coração e passou por outras produções televisivas como Os Mutantes, Caminhos das Índias, Avenida Brasil e Novo Mundo. No cinema, atuou em Aquarius, Jogos Clandestinos e O Matador. O ator também dirigiu os curtas-metragem RestingaO Que Teria Acontecido ou Não Naquela Calma e Misteriosa Tarde de Domingo no Jardim ZoológicoMais Uma História e Ópio.

Nos filmes, ele interpreta Cristian Cravinhos, irmão de Daniel e cunhado de Suzane.

RELEMBRE O CASO RICHTHOFEN

Cena de A Menina que Matou os Pais


Em 2002, Suzane, uma jovem de 19 anos, planejou com o então namorado o assassinato dos pais Manfred Albert von Richthofen e Marísia von Richthofen. Como os Richthofen não aceitavam o namoro, o casal criou um plano para simular um latrocínio e assassinar os pais da jovem para posteriormente dividir a herança de Suzane, quantia avaliada em mais de 11 milhões de reais.

No dia 31 de outubro do mesmo ano, a mansão da família no Brooklin, região nobre de São Paulo, se tornou a cena de um dos crimes mais bárbaros do país. Naquela noite, o irmão de SuzaneAndreas Albert Von Richthofen, foi levado por ela e por Daniel para um cyber café para passar a madrugada fora de casa. Os irmãos Cravinhos acessaram a residência com a ajuda de Suzane e foram para o segundo andar do imóvel, onde mataram Manfred e Marísia com marretadas na cabeça. 

De acordo com a reconstituição do crime, Suzane permaneceu no piso térreo da mansão, onde aproveitou para roubar dinheiro em espécie guardado dentro de uma pasta de couro com código. Ela forjou o roubo de 8 mil reais, 6 mil euros e 5 mil dólares. Além disso, ela e os irmãos Cravinhos abriram um cofre onde estavam joias e um revólver, localizado no quarto. 

Após cinco dias de julgamento, o Tribunal do Júri condenou Suzane Richthofen e Daniel Cravinhos a 39 anos de reclusão, mais seis meses de detenção pelo crime. Já Cristian Cravinhos foi condenado a 38 anos de reclusão, mais seis meses de detenção.

Dirigidos por Mauricio EçaA Menina Que Matou Os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais chegariam aos cinemas em abril, mas por conta da pandemia de coronavírus as estreias foram adiadas e seguem sem uma nova data de lançamento. O elenco ainda traz Kauan Ceglio (Andreas von Richthofen), Leonardo Medeiros (Manfred von Richthofen), Vera Zimmermann (Marísia von Richthofen), Debora Duboc (Nadja Cravinhos) e Augusto Madeira (Astrogildo Cravinhos).

O Cineclick te Conta Mais sobre os filmes:

Confira o trailer oficial:


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus