Sem Conexão: terror adolescente homenageia os clássicos do gênero

Longa que traz referências de Sexta-Feira 13 e Pânico na Floresta já chegou à Netflix

03/11/2020 17h25

Por Thamires Viana

O subgênero do terror adolescente sempre atraiu uma legião de fãs por abordar temáticas sinistras com bastante irreverência e cenas de arrepiar. Sem Conexão, longa que chegou à Netflix, é o mais novo representante da temática e já vem dando o que falar desde sua estreia!

Além de trazer uma trama bem atual, onde jovens viciados em tecnologia são obrigados a ficar longe da internet durante um acampamento, o longa faz uma homenagem ao terror slasher, subgênero que retrata histórias de assassinos em série que matam sem propósito, muito comum nas décadas 80 e 90.

Conheça mais sobre Sem Conexão:

Trama

O longa polonês dirigido por Bartosz M. Kowalski é situado em um acampamento que funciona como uma espécie de reabilitação para viciados em tecnologia. Nele, um grupo de jovens obcecados por internet, celulares e computadores se une para um programa de desintoxicação, onde todos precisarão se readaptar à vida offline. As caminhadas tranquilas que fazem parte do tratamento acabam se tornando sombrias e cheias de reviralvoltas quando um perigo mortal se esconde na floresta e parece querer deixar esses jovens desconectados do mundo para sempre.

Slasher

Cena do filme Sem Conexão

O longa faz várias homenagens ao subgênero slasher do decorrer da sua trama e resgata o espírito de clássicos como Sexta-feira 13, Pânico Na Floresta e O Massacre Da Serra Elétrica. Embora tente se apegar à estrutura narrativa de seus antecessores, Sem Conexão sabe o seu propósito em tela e não é pretensioso, já que evita se equiparar a eles e assume uma posição mais amena quando o tema é assustar. Ainda sim, é um filme seguro e corajoso que insere pitadas de humor garantindo um bom respiro ao roteiro.

Produção

Com direção Bartosz M. Kowalski, que também assina o roteiro ao lado de Jan Kwiecinski e Mirella Zaradkiewicz, Sem Conexão foi gravado em apenas 23 dias, com cerca de oito cenas por dia. Segundo o IMDB, a equipe promoveu o longa como o primeiro filme de terror slasher polonês!

O elenco traz nomes como Julia Wieniawa-Narkiewicz, Michal Lupa, Wiktoria Gasiewska e Stanislaw Cywka. O longa é uma produção original Netflix e já está disponível no catálogo.

Veja também:

Os filmes de terror que marcaram os anos 80

Os filmes de terror que marcaram os anos 90

Os filmes de terror que marcaram os anos 2000

Os filmes de terror que marcaram os anos 2010

TOP 6: Os clássicos do terror

Top 6: Os melhores filmes teen de terror


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus