cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Serial Killer mais amado da TV está de volta em boa forma

    Em Dexter: New Blood, revival da prestigiada série, Michael C. Hall retorna à personagem amado
    Por Da Redação
    05/01/2022 - Atualizado há 6 meses

    O serial killier mais amado do mundo — pelo menos da televisão, é claro — está de volta em boa forma. 

    Após mais de 8 anos desde a exibição do último episódio da adorada produção, o ator Michael C. Hall e o roteirista Clyde Phillips estão a bordo e retomam o drama sobre a prestigiada série sobre um serial killer trabalhando (às escondidas) para a polícia de Los Angeles. 

    Em Dexter: New Blood vemos desenrolar da história de Dexter Morgan após os eventos finais exibidos na série original. Com dez episódios, a trama acompanha o assassino enfrentando um novo inimigo na cidade em que está se escondendo. 

    Veja porque vale ver o revival. 

    O que sabemos sobre Dexter: New Blood?

    Dexter foi ao ar entre os anos de 2006 e 2013 com oito temporadas e contou ainda com a atriz Jennifer Carpenter no elenco. O retorno chega como um acalanto para os fãs que não ficaram tão satisfeitos com o desfecho do personagem na época. 

    Segundo a sinopse oficial, Dexter: New Blood será ambientada uma década após o desaparecimento do personagem-título durante o Furacão Laura. A série o reintroduzirá ao público vivendo na pequena cidade de Iron Lake, em Nova York, com um nome falso e uma nova identidade. 

    Mas embora ele esteja abraçando uma nova faceta, eventos inesperados, como o surgimento do Passageiro das Trevas, poderá fazer o serial killer voltar ao que mais sabe fazer: matar. 

    O retorno era necessário?

    O episódio final de Dexter deixou um gostinho estranho na boca dos fãs. Isso porque tudo levava a crer que o serial killer teria um destino fatal. Sempre lutando para sobreviver, o público torcia — ou pelo menos esperava — que o personagem principal morreria. 

    Bom, isso não aconteceu e a intenção do destino era clara: eles queriam a presença do serial killer ainda em vida para dar margem à produção de alguma série ou filme derivado. Embora isso não tenha sido explicitado pela emissora Showtime na época, é bem óbvio que a rede estava cogitando ainda lucrar em cima da premiada série. 

    O que dá um deslumbre de esperança no potencial criativo da nova produção é o retorno de Clyde Phillips, roteirista chefe e criador da produção. Phillips deixou a produção ao final da quarta temporada — para muitos, a melhor da série (e de longe a mais bem recebida pelo público e pela crítica). 

    Seu retorno pode acenar para uma tentativa de dar um  desfecho mais satisfatório à produção, que perdeu parte dos seus fãs e apelos a partir da quinta temporada (justamente a primeira sem a presença do roteirista original). 

    Veja o trailer oficial de Dexter: New Blood

    No Brasil, Dexter: New Blood está disponível pelo Paramount+.

    Veja mais