cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Há 45 anos, Sônia Braga ganhava o mundo com dois maridos

    Dona Flor e Seus Dois Maridos é considerado um dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos
    Por Daniel Reininger
    22/11/2021 - Atualizado há 4 dias

    Um dos grandes clássicos do cinema brasileiro, Dona Flor e Seus Dois Maridos completa 45 anos de sua estreia, ainda como um dos filmes mais importantes do cinema brasileiro e responsável por revelar Sônia Braga (Aquarius) para o mundo.

    A comédia, dirigido por Bruno Barreto (Flores Raras) é baseada no livro homônimo de Jorge Amado e foi por 34 anos recordista de público entre o cinema brasileiro, levando mais 10 milhões de espectadores aos cinemas, ultrapassado apenas em 2010 por Tropa de Elite 2.

    O filme

    No início da década de 1940, Dona Flor, sedutora professora de culinária em Salvador, se casa com o malandro Vadinho, que só quer saber de farras e jogatina nas boates da cidade. A vida de abusos e noites em claro acaba por acarretar sua morte precoce num domingo de Carnaval de 1943, deixando Dona Flor viúva.

    Logo ela se casa de novo, com o recatado e pacífico farmacêutico da cidade. Com saudades do antigo marido que apesar dos defeitos era um ótimo amante, acaba causando o retorno dele em espírito. Isso deixa a mulher em dúvida sobre o que fazer com os dois maridos que passam a dividir o seu leito.

    Elenco e personagens

    O longa conta com:

    • Sônia Braga como Dona Flor (Florípides) Guimarães
    • José Wilker como Valdomiro 'Vadinho' Santos Guimarães
    • Mauro Mendonça como Dr. Teodoro Madureira
    • Dinorah Brillanti como Rozilda
    • Nelson Xavier como Mirandão, amigo de Vadinho
    • Arthur Costa Filho como Carlinhos, o guitarrista
    • Rui Resende como Cazuza, o bêbado
    • Mário Gusmão como Arigof
    • Nelson Dantas como Clodoaldo, o poeta
    • Haydil Linhares como Norminha, amiga de Flor
    • Nilda Spencer como Dinorah, amiga de Flor

    Prêmios e repercussão

    Dona Flor e Seus Dois Maridos ganhou dois Kikitos no Festival de Gramado, nas categorias de melhor diretor e melhor trilha sonora. Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de melhor filme estrangeiro. Sônia Braga foi indicada ao BAFTA na categoria melhor revelação.

    O longa foi tão bem recebido, que chegou a ser refilmado nos Estados Unidos em 1982 com o título de Meu Adorável Fantasma. Também foi refilmado em 2017 no Brasil e adaptado como uma minissérie para a TV Globo, em 1998.  

    Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

    Sônia Braga

    A atriz de 71 anos marcou a TV e o cinema não só por aqui, mas também em Hollywood, onde estrelou trabalhos de sucesso e fez participações ao lado de outros grandes astros das telonas. 

    Além disso, foi a primeira atriz brasileira a apresentar uma categoria do Oscar em 1987 e também marcou sua carreira sendo indicada a prêmios importantes, como o Globo de Ouro de atriz Coadjuvante. 

    Em 2020, a estrela também foi considerada como uma das melhores atrizes do Século XXI.

    Assista

    Para completar a comemoração, o Canal Brasil esibirá o filme nesta segunda, 22 de novembro, às 20h30. Também haverá uma discussão no canal sobre o filme, com direito a um cinejornal com duração de meia hora sobre o seu impacto no audiovisual do Brasil.

    Além disso, o longa com Sônia Braga também pode ser visto no Globoplay.

    Veja mais