cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Sotaque jamaicano pode ter tirado Nicolas Cage de O Besouro Verde

    Questões salariais e visões diferentes sobre o personagem também foram motivos para o ator abandonar o papel.
    Por Da Redação
    11/01/2011

    O ator norte-americano Nicolas Cage (Caça às Bruxas) já esteve cotado para alguns papeis que não se concretizaram, como o Super-Homem de Tim Burton e agora, mais recentemente, o vilão principal da adaptação de O Besouro Verde.

    Em entrevista ao New York Times, o cineasta Michel Gondry (Rebobine, Por Favor) comentou que foi muito difícil trabalhar com o ator, que insistia em fazer, para a surpresa de todos, um estranho sotaque jamaicano. “Eu fiquei aliviado quando ele disse que não queria mais o papel”, confessou o diretor, que viu nesta resistência o primeiro sinal que Cage não estava feliz com o personagem.

    Entre os outros motivos da saída do ator do papel estão também questões salariais, aparentemente muito distante do que Cage imaginava, e também algumas discordâncias quanto ao personagem. “O Besouro Verde foi algo que eu sempre quis fazer, eu acho o Michel Gondry muito talentoso e eu esperava que desse certo, mas acredito que o Seth Rogen (Ligeiramente Grávidos) e o Michel possuem um olhar diferente em relação ao personagem”, afirmou Nicolas Cage ao SuperHeroHype.

    No final das contas, o papel de vilão acabou ficando com Christoph Waltz, vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu papel como o coronel nazista Hans Landa em Bastardos Inglórios.

    O Besouro Verde conta ainda com Cameron Diaz (Encontro Explosivo) e Jay Chou (A Maldição da Flor Dourada) e chega aos cinemas brasileiros em 25 de fevereiro.