cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Steven Spielberg, o diretor mais versátil de Hollywood

    No comando do recente 'Amor, Sublime Amor', o veterano prova que sabe dominar todos os gêneros nas telonas
    Por Thamires Viana
    09/12/2021 - Atualizado há 7 meses

    É inegável que Steven Spielberg é um mestre da direção. Com dezenas de longas de sucesso na carreira, o veterano de 74 anos tem um olhar dinâmico e preciso na hora de comandar seus trabalhos nas telonas. Diferente de outros consagrados cineastas de Hollywood, Spielberg não se prende a um só gênero e mostra uma versatilidade invejável na escolha de seus projetos.

    Dirigindo o recente Amor, Sublime Amor, remake do clássico musical de 1961, ele provou, mais uma vez, como sua veia artística se iguala nas mais diferentes abordagens. Ele já foi de ficção científica à aventura, passando, claro, pelos dramas de época e mantendo sempre sua essência brilhante por trás das câmeras.

    O início

    Com mais de 50 projetos dirigidos por ele ao longo da carreira, o americano iniciou no mundo do cinema em 1959 no comando do curta The Last Gun, do qual também foi produtor. Com oito minutos de duração, o projeto contava a história de um garoto que queria vingança após seus pais serem mortos por um bandido.

    Por duas décadas — entre os anos de 1961 e 1973 — o jovem Spielberg esteve à frente da direção de longas para TV, incluindo títulos como A Força do Mal (1972), Encurralado (1971) e Savage (1973), além dos seriados Os Audaciosos (1971) e Galeria do Terror (1969). 

    Em 1974, escreveu e dirigiu seu primeiro longa-metragem, A Louca Escapada, drama com Goldie Hawn e Ben Johnson que segue uma mulher que tenta ajudar seu marido a escapar da prisão. Na época, o projeto teve uma boa recepção da crítica e abriu as portas para que o cineasta, no ano seguinte, comandasse um dos trabalhos mais importantes de sua carreira: Tubarão.

    Imagem do filme 'Tubarão', longa dirigido por Steven Spielberg em 1975Reprodução

    O thriller de 1975 que mescla pitadas de terror e aventura foi o início da grande ascensão de Spielberg em Hollywood. Com sua direção primorosa, o longa se tornou não só um dos maiores clássicos de sua carreira como também um dos títulos mais icônicos da história do cinema.

    Foi a partir de Tubarão que o americano passou a incluir seu nome em projetos cada vez mais significativos e marcantes, mostrando que ali nascia um cineasta versátil e completamente apaixonado pelo dom de fazer cinema! 

    De um gênero a outro: o equilíbrio de Spielberg

    Ao contrário de Quentin Tarantino e Alfred Hitchcock, cineastas que quase sempre mantiveram em suas carreiras diferentes abordagens para um mesmo gênero e características específicas nos títulos, Spielberg viu no trabalho de direção uma oportunidade de ampliar seus horizontes e transitar pelos mais diferentes gêneros que mostrassem a sua melhor versão.

    Foi dessa forma que ele passou a não só a estar à frente de longas escritos por ele como Contatos Imediatos do Terceiro Grau, o terror Poltergeist: O Fenômeno e A.I.: Inteligência Artificial, como também a dirigir projetos em potencial escritos por outros roteiristas ao longo da carreira.

    A genialidade do veterano trouxe às telonas aventuras como a franquia Indiana Jones — e também o quinto filme previsto para 2023 — Hook, a Volta do Capitão Gancho, a trilogia original de Jurassic Park, o inesquecível e nostálgico E.T.: O Extraterrestre e até mesmo a animação As Aventuras de Tintim. Vale pontuar que Spielberg foi também o criador da história de Os Goonies, um dos mais marcantes dos anos 80 que contou com roteiro de Chris Columbus e direção do saudoso Richard Donner. 

    No gênero da ficção científica comandou longas como Minority Report: A Nova Lei, Guerra dos Mundos e Jogador Nº 1

    Cena de A.I: Inteligência Artificial, longa dirigido por Steven Spielberg em 2001Reprodução

    Em dramas clássicos e alguns biográficos, Spielberg emocionou ao público e foi ovacionado pelos críticos em 1985 com o comando de A Cor Púrpura, longa baseado no romance homônimo de Alice Walker e estrelado por Woophi Goldberg, Danny Glover e Oprah Winfrey.

    Em Império do Sol, de 1987, trouxe nomes como Christian Bale e John Malkovich no elenco e uma poderosa história adaptada do livro de J. G. Ballard. Com A Lista de Schindler, um dos mais emocionantes e significativos de sua carreira que contou com uma brilhante atuação de Liam Neeson, levou sete Oscars em 1994, incluindo o de Melhor Filme e Melhor Direção.

    Já em 1998, trouxe O Resgate do Soldado Ryan, um drama ambientado da Segunda Guerra Mundial que contou com um elenco poderoso e foi vencedor de cinco Oscars, incluindo, mais uma vez, o de Melhor Direção. Em 2004, O Terminal chegava aos cinemas para contar a história de um passageiro com passaporte invalidado que passa a viver dentro um aeroporto. 

    Entre outros projetos estão Prenda-me se for Capaz, Cavalo de Guerra, Lincoln, Ponte dos Espiões e The Post: A Guerra Secreta.

    Cena de A Lista de Schindler, longa dirigido por Steven Spielberg em 1993Reprodução

    Projetos como produtor

    Já como produtor, Spielberg tem mais de 180 projetos listados em seu nome e, claro, segue essa variação de gênero ao qual estamos acostumados. Entre os títulos estão Gremlins, De Volta para o Futuro, Um Dia a Casa Cai, Uma Cilada para Roger Rabbit, Em Busca do Vale Encantado, Aracnofobia, Cabo do Medo, Os Flintstones: O Filme, Gasparzinho, o Fantasminha Camarada, MIB: Homens de Preto, Twister, Transformers, Super 8 e Atividade Paranormal

    Com tantos trabalhos icônicos ao longo da carreira, Spielberg mostra como um cineasta veterano, que gosta de se arriscar dentro do universo cinematográfico, ainda tem tanto para nos oferecer. 

    Agora no comando de um maravilhoso musical e com a chegada do drama The Fabelmans prevista para 2022, ficamos ansiosos para saber quais serão as próximas surpresas que o consagrado diretor americano nos reserva!

    Veja também: