Succession: conheça uma das séries mais comentadas do momento

Série abocanhou os principais prêmios das categorias de drama no Emmy 2020

22/09/2020 12h00

Por Sara Alves

A 72ª edição do Emmy aconteceu de forma majoritariamente virtual no último domingo (20). Além do apresentador Jimmy Kimmel, apenas alguns artistas compareceram ao Staples Center em Los Angeles para o anúncio das categorias. As estatuetas dos vencedores foram entregues em casa e os discursos de agradecimento ocorreram à distância, por meio de transmissão ao vivo. Na categoria de drama, a série que levou os principais prêmios para casa foi Succession, produção que se tornou carro chefe da HBO em premiações após o encerramento de Game of Thrones e a queda nas indicações de Westworld.

A produção também é uma das mais faladas do ano entre a crítica especializada e fãs de séries. Você pode se perguntar: a série é tudo isso mesmo? Sim! Com apenas duas temporadas, Succession já é uma das melhores obras do ótimo catálogo da HBO.

A série segue a dinâmica da poderosa família Roy, dona de um conglomerado midiático bilionário. Já a partir do primeiro episódio, nos deparamos com um ninho de cobras, todos disputam por poder. O patriarca Logan Roy (Brian Cox) aos 80 anos, decide continuar chefiando a empresa da família (a Waytar/Royco), e avisa que não irá se aposentar, como era esperado por todos, principalmente pelo filho Kendall (Jeremy Strong), que era o favorito como sucessor no cargo de CEO. Após o anúncio de que não deixará sua posição, Logan acaba tendo um grave problema de saúde, fazendo com que a Waytar/Royco fique economicamente em perigo.

As disputas, puxadas de tapete e jogos de poder são o foco principal de Succession, que triunfa ao ter um roteiro afiado, inteligente e complexo. Recheado de personagens sem escrúpulos, a série poderia soar caricata e se escorar em diálogos expositivos, mas em vez disso, a direção, roteiro e atuação se tornam uma unidade. Não é preciso que os personagens digam tudo em que estão pensando ou sentindo, já que o elenco é espetacular e entrega performances não apenas elogiáveis, como também memoráveis.

Guiados pela ganância, os personagens sempre estão prontos para abocanhar qualquer nova oportunidade de vitória, a série exemplifica como certas relações familiares abusivas ditam relacionamentos futuros que serão igualmente disfuncionais. O patriarca Logan, assim como os filhos Connor (Alan Ruck), Kendall, Roman (Kieran Culkin) e Shiv (Sarah Snook), e até mesmo os agregados e funcionários, são tóxicos, destroem quase todos que cruzam o caminho dos Roys. Logan conhece intimamente os filhos, mas não da forma paternal que se espera, ele os conhece como adversários, sabe fraquezas, métodos e como manipular ou descartar alguém que não é mais necessário.

Porém a série não utiliza apenas o drama para contar sua história, a presença da comédia é constante. Com um humor cínico, sombrio e muito sarcástico, momentos de desconforto e risadas involuntárias são comuns, assim como vergonha alheia, a famosa torta de climão é o prato principal de vários jantares da família.

Também é interessante como mesmo com personagens desonestos, o espectador consegue simpatizar com a maior parte deles, principalmente na segunda temporada em que há mais desenvolvimento, mostrando pessoas multifacetadas, e crescimento na qualidade e profundidade da série. As relações entre os personagens, seja de amor ou ódio, é outro trunfo que faz a série ser ainda mais cativante, com construções interessantes, não maniqueístas e intrigantes.

Apesar de excelente, Succession pode não ser amor à primeira vista para alguns. Por isso a sugestão é que caso não goste do primeiro episódio, dê mais uma chance. A série amplia sua qualidade e a partir do terceiro episódio da primeira temporada estabelece um padrão de qualidade cada vez maior, sempre se superando. Até episódios engarrafados (aqueles que se passam em apenas um ambiente) são de tirar o fôlego.

Além do ótimo enredo, uma coisa é garantida, Succession é o tipo de série que te deixa obcecado. Você vai falar sobre o assunto nas redes sociais, na rodinha dos amigos, nos almoços em família e até nos momentos de diversão com o seu bichinho de estimação. Afinal, quem não gosta de uma boa rinha de rico, não é mesmo?

O que a série ganhou em 2020: A série já vinha sendo cotada como favorita para o Emmy 2020 e provou que os que já cantavam a vitória estavam certos. Succession ganhou os prêmios de Melhor Série de Drama, Melhor Ator em Drama (Jeremy Strong), Melhor Direção em Drama, Melhor Roteiro de Drama, Melhor Atriz Convidada (Cherry Jones), Melhor Direção de Elenco de Drama e Melhor Montagem. No começo do ano também venceu o Globo de ouro de Melhor Série de Drama e Melhor Ator em Série de Drama (Brian Cox).

 Veja o trailer:


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus