Tá lembrado? Mulan traz nostalgia de volta aos cinemas

O longa chega aos cinemas brasileiros em breve

10/09/2020 19h00

Por Daniel Reininger

A Disney lança em breve nos cinemas um live-action que vai mexer com o coração de muita gente. Mulan promete recontar a história da animação de sucesso do estúdio, uma das produções mais queridas e amadas da sétima arte. E a nostalgia bate forte. Quer saber mais do filme clássico? Assista o nosso "Tá lembrado" e depois se prepare para o novo filme:

A animação marcou, em 1998, a primeira vez que a Disney dava voz a uma protagonista feminina independente. Só que essa personagem incrível não é uma criação do estúdio. A história da heroína é lendária na China e registros mais antigos datam do século V, durante a Dinastia Wei do Norte.

Ela aparece de diversas formas ao longo dos séculos, mas um dos contos mais antigos é um poema folclórico da época, conhecido como “A Balada de Mulan”, que narra a jornada de uma jovem que, sem o conhecimento da família, se disfarça de homem e se alista no exército no lugar do seu pai. Diferente da animação, na história original Mulan vive mais de dez anos em guerra e acaba até mesmo nomeada general. Ela, inclusive, recebe uma oferta para se tornar um ministro.

O novo longa será mais próximo da lenda original, embora ainda lembre muito a animação de 1998. A trama vai contar a história de Hua Mulan (Liu Yifei), a determinada filha mais velha de um honrado guerreiro. Quando o Imperador da China exige que um homem de cada família sirva no exército imperial, Mulan decide tomar o lugar de seu pai doente. Ela se disfarça de homem para combater os invasores que estão atacando sua nação e se mostra uma grande guerreira. Lembrou da animação?

A produção clássica da Disney ganhou notoriedade não só pela qualidade da história, humor e músicas, mas também pela discussão sobre identidade, gênero e igualdade. Músicas e diálogos tratam sobre o que é esperado de cada gênero na sociedade e sobre como a heroína não consegue se ver como uma mulher casada e submissa.

O novo filme promete uma história impactante, com muitas similaridades e também alguma mudanças marcantes em prol do realismo. Confira algumas delas:

Não é um musical:

No live-action, não há canções como na animação, mas os momentos mais importantes do filme de 1998 estão no longa, pelo que vimos nos trailers.

Mulan terá uma irmã:

Xana Tang foi escalada como a irmã de Mulan, uma personagem original para a versão em live-action.

Relacionamento amoroso:

Queridinho dos fãs, Li Shang não está no live-action. Em vez do comandante que conhecemos na animação, Mulan se apaixonará por Chen Honghui (Yoson An), um recruta ambicioso que será um importante aliado da heroína.

O mentor de Mulan:

Donnie Yen (Rogue One: Uma História Star Wars) dará vida ao comandante Tung, mentor e professor de Mulan. Ele tem um papel similar com o Li Shang na animação em termos de ensinamentos de batalha à protagonista.

Sem Mushu:

O pequeno dragão de Mulan não estará presente no live-action. Mushu foi criado pela Disney para a animação, já que não há qualquer referência a dragões na lenda chinesa.

Novo vilão:

O ator e artista marcial Jason Scott Lee (Dragão - A História De Bruce Lee) vai interpretar Khan, guerreiro que deseja vingar a morte de seu pai, mas, diferente da animação, a antagonista principal será mesmo uma poderosa bruxa, vivida pela atriz Gong Li (Memórias De Uma Gueixa).

Vale lembrar que a direção é assinada por Niki Caro (Encantadora De Baleias) e o longa tem orçamento estimado em US$290 milhões. Mulan chega aos cinemas brasileiros em breve.


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus