Tatiana Maslany, de Orphan Black, será a She-Hulk da Marvel

Disney+ chega na América Latina em 17 de novembro, mas She-Hulk ainda não tem data

17/09/2020 18h38

Por Daniel Reininger

A atriz Tatiana Maslany, conhecida por viver diversas clones na série Orphan Black, será a protagonista de She-Hulk, nova série do MCU no Disney+. Isso significa que é bem possível que ela apareça também nos filmes da Marvel Studios ao lado de Brie Larson e companhia.

De acordo com a Variety, a trama contaria sua origem como a advogada Jennifer Walters, prima de Bruce Banner, que herda os poderes dele após uma transfusão de sangue. Em vez de perder o controle como Hulk, ela se sente mais confiante quando transformada, ou seja, ela mantém sua inteligência e controle emocional, além de mais forte e enfurecida. Em edições posteriores, sua transformação é permanente.

Nas HQs, muito tempo depois de Banner ter se tornado o Hulk, ele visitou Jennifer para restabelecer contato com os amigos de infância e para revelar sua vida como Hulk à prima. Jennifer estava defendendo um criminoso chamado Lou Monkton, um gângster que Nicholas Trask tinha chamado para o assassinar o próprio guarda-costas. Enquanto Jennifer se dirigia com Banner para sua casa em Los Angeles, um dos homens de Trask tentou assassiná-la, ferindo-a seriamente.

She-Hulk

Como ela estava perdendo sangue rapidamente, Banner improvisou uma transfusão de emergência, sabendo que ele e a prima compartilhavam do mesmo tipo sanguíneo. Com sua prima fora de perigo, o cientista desaparece temendo que a tensão do momento o transformasse em Hulk, mas o sangue alterado por raios gama se manifestam em Jennifer quando os homens de Trask, disfarçados de médicos, invadem seu quarto de hospital e a jovem se torna uma versão feminina de Hulk

A heroína foi criada por Stan Lee e John Buscema e apareceu pela primeira vez em The Savage She-Hulk #1, de 1980. She-Hulk já integrou os Vingadores, os Defensores e o Quarteto-Fantástico.

Tatiana Gabriele Maslany é uma atriz canadense nascida em 1985. Ganhou fama com a série de televisão Orphan Black como a principal personagem, Sarah, e seus diversos clones, o que lhe rendeu o Emmy de Melhor Atriz em Série Dramática, em 2016. Ela começou a dançar aos quatro anos e a participar do teatro comunitário e de musicais aos nove. Frequentou a escola Dr. Martin LeBoldus, onde ingressou em produções e improvisações, formando-se em 2003.

Voltando a falar da série, Kat Coiro será a diretora e produtora executiva. Ela já comandou episódios de séries como Brooklyn Nine-Nine e Disque Amiga Para Matar.

A Disney+ chega na América Latina em 17 de novembro. She-Hulk ainda não tem data.


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus