Tenet: Ideias do novo filme de Nolan que explodirão sua cabeça

Com John David Washington no papel principal, o longa estreia em agosto

23/06/2020 18h00

Por Alexandre Dias

Tenet é um dos primeiros filmes que vão marcar a reabertura dos cinemas, fechados no mundo inteiro após a pandemia de coronavírus. Do renomado diretor Christopher Nolan, responsável pela trilogia O Cavaleiro das Trevas, o longa promete trabalhar alguns conceitos já familiares da filmografia do cineasta, mas de um modo completamente inventivo e instigante. 

A trama trará por meio da espionagem, mudanças no espaço-tempo que ocorrem por meio de um artifício específico, o qual será utilizado para uma importante missão. No centro dessa história, estão os personagens dos atores John David Washington (Infiltrado Na Klan) e Robert Pattinson (The Batman).

Para começar a explosão da sua mente com os conceitos de Tenet, que está marcado para chegar aos cinemas no dia 13 de agosto, vamos destrinchar as ideias propostas por Nolan: 

Histórico

Nolan é conhecido por trabalhar conceitos naturais do dia a dia dos seres humanos. Não à toa Tenet está sendo comparado com A Origem, que brinca com a estrutura do sonho de um modo que vai do realista ao fantasioso. 

Em Amnésia, o cineasta investe no trabalho com as lembranças, quando coloca um homem que sofre de perda de memória recente para refazer seus passos. Tanto esse tema como os sonhos de A Origem não colocam conceitos vazios, mas sim exploram essas ideias didaticamente na narrativa. Nesse último caso, um ótimo exemplo é quando os personagens mencionam que a sensação de queda nos desperta imediatamente do sono.

Normalmente, Nolan procura trabalhar esses conceitos mais abstratos em histórias de investigação, sejam de policiais ou bandidos. Em Amnésia é um assassinato; A Origem mostra um grupo de ladrões precisando plantar uma ideia na cabeça de um magnata, missão que também levanta os mistérios desse personagem. Em Tenet não será diferente. 

Missão

Nos trailers divulgados de Tenet, a missão não fica completamente explícita, mas pode-se perceber que o protagonista (Washington) é do tipo que realiza missões que ninguém mais faz. Quem o contrata é o personagem de Michael Caine, para ir atrás de um russo (Kenneth Branagh). 

O engrandecimento da missão é ressaltado o tempo todo; assim como em A Origem a ideia de plantar um sonho é afirmada constantemente como impossível, em Tenet Laura (Clémence Poésy) diz que o objetivo da empreitada é evitar algo pior que um terceira guerra mundial.

Portanto, o que será isso? A discussão de elementos políticos e aqueles que são pessoais dos personagens, em uma história misteriosa que mexe com o tempo, é sem dúvida uma proposta audaciosa, mas que deve surpreender o espectador ao menos pela premissa. 

Tempo

O tempo é o centro da história. A ideia não é a de viagem no tempo, mas sim a de interferências em momentos que podem mudar o curso de determinadas ações. 

O artifício para poder fazer isso é justamente a palavra Tenet, mais uma semelhança com A Origem, em que o título original - Inception - se refere ao processo de entrar no mundo dos sonhos. 

Em entrevista à revista EW, Nolan explicou como isso será abordado no longa: "[O filme] lida com tempo e as diferentes maneiras com as quais esse pode funcionar. Não quero entrar em uma aula de física, mas a inversão é uma ideia de que um material teve sua entropia invertida, então está correndo para trás no tempo, relativamente para nós."

Espaço

Se o tempo está relacionado ao espaço, obviamente Tenet não deixará isso de lado. A primeira prova clara disso é a ação do longa, totalmente calcada nessas inversões temporais. Parece que A Origem encontrou o mundo de James Bond, comparação que faz as nossas cabeças explodirem só de ler. 

A outra comprovação de como isso vai interferir no espaço é o questionamento do personagem de Washington em um dos trailers. "Esta reversão do fluxo do tempo, o fato de estarmos aqui agora, não significa que nunca aconteceu?", ele pergunta. 

Ou seja, aonde eles realmente estão quando o fluxo do tempo é invertido? Qual ação se dará como a concreta? É muito claro que Nolan vai procurar subverter a sua própria abordagem, de modo a refletir sobre o que somos nós, humanos, perante o tempo. 

Mistério

Os nomes de vários personagens, inclusive dos principais, não foram divulgados. Um deles nem sequer chegou a ser abordado, que é o alter ego do ator Aaron Taylor-Johnson (o Mercúrio de Vingadores: Era De Ultron) no longa. Nolan explicou esse terreno nebuloso:

"Aaron Taylor-Johnson está, de fato, no filme. Ele é uma importante parte dele. Sim, não há fotos dele, isso é verdade. Ele aparece brevemente no trailer. Ele também está completamente irreconhecível. Há todos os tipos de coisas que acontecem em termos da onde a história vai no decorrer do desenvolvimento do filme e quando se encerra nos estágios finais, algo que não queremos entregar para as pessoas."

Veja o trailer de Tenet

 

Nesta matéria você leu sobre: Tenet, A Origem, Amnésia (2000), Christopher Nolan, Infiltrado Na Klan, The Batman, Vingadores: Era De Ultron.

Veja também: 

Tenet: Robert Pattinson revela como conheceu o projeto de Nolan

True Detective: Ranking das temporadas da aclamada série da HBO


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus