The Gray Man: Chris Evans e Ryan Gosling estão no filme mais caro da história da Netflix

O longa do streaming conta com a direção dos irmãos Russo

17/07/2020 16h14

Por Alexandre Dias

The Gray Man é a produção mais cara da Netflix até agora. De acordo com o portal Deadline, o objetivo da plataforma de streaming é criar uma grande franquia ao estilo de James Bond, portanto o orçamento para o longa gira em torno de US$ 200 milhões. 

Os diretores do filme são os irmãos Anthony e Joe Russo, os cineastas de Vingadores - Ultimato. O segundo também é um dos roteiristas junto com Christopher Markus e Stephen McFeely, que trabalharam no mesmo longa da Marvel com os dois; o texto adapta a obra de Mark Greaney.

O elenco também é prova de que o investimento no projeto é gigantesco, pois os atores principais são Chris Evans, o Capitão América do MCU, e Ryan Gosling (Blade Runner 2049). Na trama, ambos são personagens que trabalharam na CIA e agora estão em confronto. 

Anthony comentou sobre The Gray Man: "Esse filme é um verdadeiro mano a mano entre esses dois grandes atores que representam duas versões diferentes da CIA, e o que podem ser e fazer. Para os fãs de Capitão América: O Soldado Invernal, isso somos nós nos movendo para esse território de um modo mais realista. Isso é o que esse filme significa para nós."

Já Joe afirmou que espera começar as gravações em 2020, mas tudo dependerá do seguimento da pandemia de coronavírus. 

 

Nesta notícia você leu sobre: Vingadores - Ultimato, Blade Runner 2049, Capitão América: O Soldado Invernal.

Veja também: Resgate e Bird Box são os filmes originais mais vistos da Netflix


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus