This Is Us: momentos marcantes e o que esperar da nova temporada

O coronavírus e o movimento Black Lives Matter estão na 5ª temporada

19/11/2020 12h55

Por Alexandre Dias

This Is Us é uma das produções atuais mais condizentes com a realidade. Por meio da história sobre duas gerações de uma família, a trama discute emoções e vários outros temas da humanidade, como é o caso do próprio coronavírus. 

A pandemia é pano de fundo da quinta temporada, que já chegou no Fox Premium. Além disso, a quarta temporada da série também foi lançada no Amazon Prime Video nesta quinta, dia 19 de novembro. 

Antes de maratonar os novos episódios de This Is Us, relembre momentos marcantes da série e saiba o que esperar do quinto ano:

Cuidado com os spoilers!

Perdas 

A trama aborda a trajetória da família Pearson. O clã é formado pelo pai Jack (Milo Ventimiglia), a mãe Rebecca (Mandy Moore) e os três filhos, Randall (Sterling K. Brown), Kate (Chrissy Metz) e Kevin (Justin Hartley). As principais épocas retratadas na história são: o começo do relacionamento de Jack e Rebecca, a infância e adolescência dos seus filhos e a atualidade com o Grande Trio já adulto e Rebecca idosa. 

Sim, apenas Rebecca, pois logo no íncio da primeira temporada é revelado que Jack morreu. A cena do óbito do personagem de Ventimiglia foi postergada por vários capítulos, mas definitivamente quando chega se torna um dos momentos mais marcantes da série. Primeiramente, porque o patriarca Pearson é um dos personagens mais queridos dos fãs, pela sua simpatia e altruísmo. Em segundo lugar, a sua família também o vê com todo esse amor, então a sua morte deixou cicatrizes para todos os quatro. 

Cena de This Is Us

Consequentemente, pode-se dizer que a outra grande perda para os Pearson foi William, o pai biológico de Randall. Ele surge na trama com câncer terminal, porém recria o seu laço com o herdeiro e marca a vida de todos que estão ao seu redor, como ocorre com a esposa do filho, Beth (Susan Kelechi Watson). 

Superações

O roteiro de This Is Us equilibra a tristeza com a felicidade na medida certa. Portanto, mesmo com essas mortes impactantes, o Grande Trio e Rebecca já encontraram alento em outras pessoas e situações. Kevin, por exemplo, luta contra o vício em álcool e acolheu o irmão renegado de Jack, Nick (Griffin Dunne), anos depois da morte do pai. 

Kate e Rebecca encontraram a serenidade no amor. A quarta temporada revela que a primeira teve um relacionamento abusivo na adolescência, o que mudou totalmente quando conheceu Toby (Chris Sullivan), com quem ela está, praticamente, desde a estreia da produção. Quanto a matriarca, ela se uniu com o melhor amigo de Jack, Miguel (Jon Huertas), após a morte do marido e ambos dividiram o fardo do luto. 

 

A superação de Randall, na verdade, é a sua batalha diária contra o racismo. O filho adotado dos Pearson sempre procurou entender as suas origens e enfrentar o preconceito; quando criança, ele tenta entender o que é ser criado por pais brancos; na adolescência, o rapaz tem o dilema de qual universidade mostra mais de quem ele é; e na vida adulta, Randall formou uma bela família e é bem-sucedido, seja como empresário ou vereador, mas continua a enfrentar o racismo, como os olhares da sua vizinhança composta majoritariamente de brancos. 

Novos desafios

Um dos principais temas da quinta temporada é o coronavírus. Imagens e trailers divulgados revelam alguns dos personagens utilizando máscaras e cumprindo as normas de distanciamento social. 

Cena de This Is Us

Como citado acima, o racismo é um dos temas discutidos na série de Dan Fogelman desde o início. Na série, isso será abordado com o movimento do Black Lives Matter ("Vidas Negras Importam") e a morte de George Floyd, que foi assassinado por policiais nos Estados Unidos e ocasionou protestos no mundo inteiro. 

As duas últimas temporadas de This Is Us também trouxeram um arco dos Pearson no futuro. Alguns novos elementos que veremos nesse período são os filhos gêmeos de Kevin, a doença terminal de Rebecca e a deficiência visual do herdeiro de Kate e Toby. 

 

Veja também:

Filmes nacionais que fogem do comum e que você precisa ver

O Gâmbito da Rainha traz Anya Taylor-Joy como gênia do xadrez

Conheça a trajetória e os marcos do Cinema Negro


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus