cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Tia do ator Armie Hammer vai expor escândalos da família em série documental

    O astro de Me Chame Pelo Seu Nome foi acusado de abuso e canibalismo em fevereiro
    Por Thamires Viana
    28/04/2021 - Atualizado há 3 meses

    Quase três meses após Armie Hammer, astro de Me Chame Pelo Seu Nome, ser acusado de canibalismo e abuso sexual, Casey Hammer, a tia do ator, revelou que fará uma série documental para expor os escândalos e segredos que envolvem a família. 

    Segundo informações do Deadline, ela assinou um contrato de exclusividade com a Talos Films para desenvolver uma atração que trará ao público as revelações que envolvem os Hammer. Ainda sem título oficial, a série explorará a ascensão e queda da família, incluindo a de Armie. 

    A polêmica envolvendo o ator não foi a primeira. Casos de assassinato, abusos sexuais e prisões rondam a família de Hammer há muitos anos. Seu trisavô foi acusado de homicídio culposo e Casey já havia mencionado em seu livro publicado em 2015 que sofreu abusos quando criança por membros da família.

    Agora, pela primeira vez, Casey Hammer contará não apenas sua história, mas a história definitiva da família, sem deixar pedra sobre pedra. Com novas revelações e consequências para os dias atuais, esta minissérie proporcionará ao público uma jornada fascinante em uma família onde a reputação é tudo e onde as coisas nunca são como parecem", disseram os co-fundadores da Talos Films, Elli Hakami e Julian P. Hobbs. (via Deadline)

    A série documental ainda não tem informações sobre direção e data de estreia. 

    Relembre o caso de Armie Hammer

    Em fevereiro deste ano, Armie Hammer foi acusado de canibalismo e abuso sexual após o vazamento de prints no Twitter. Nas mensagens divulgadas, o ator americano afirmava ser canibal e disse que já havia comido o coração de um animal. O caso, claro, se tornou um dos mais comentados nas redes sociais e chocou os fãs. 

    Eu sou 100% canibal. Eu quero comer você. M*rda! É assustador admitir isso. Eu nunca admiti isso antes. Eu já cortei o coração de um animal vivo e comi enquanto ainda estava quente.

    Em outro print, Armie teria dito ainda que gostava de ter relações sexuais que não parecessem consentidas, o que levou o público a acusá-lo de abuso sexual. 

    Após o vazamento, o ator foi retirado do elenco da comédia romântica Shotgun Wedding, que estrelaria ao lado de Jennifer Lopez, e da minissérie The Offer, da Paramount, que já havia começado a produção. 

    Ainda em fevereiro, ele acionou seus advogados e publicou um comunicado oficial negando as acusações. "As histórias que estão sendo divulgadas na mídia são uma tentativa errônea de apresentar uma história unilateral que tem como objetivo manchar a reputação do Sr. Hammer", diz um trecho. 

    Além de Me Chame Pelo Seu Nome, romance LGBTQIA+ lançado em 2017 e indicado ao Oscar, Armie também estrelou os filmes Rebecca: A Mulher Inesquecível, O Agente da U.N.C.L.E e Suprema

    Veja mais: