Tomb Raider: A relação entre os games e filmes de Lara Croft

Angelina Jolie e Alicia Vikander já interpretaram a aventureira que veio dos games

06/10/2020 17h40 (Atualizado em 28/10/2020 16h46)

Por Alexandre Dias

Lara Croft, a protagonista dos games da série Tomb Raider, é uma das aventureiras mais famosas da cultura pop. Não à toa, ela migrou para os cinemas rapidamente, sob a interpretação de um dos principais nomes de Hollywood: Angelina Jolie.

Assim como muitas franquias de jogos longevas, uma reestruturação foi feita para atualizar determinadas características fora de época. O mesmo ocorreu nos cinemas com Tomb Raider - A Origem, em que Alicia Vikander passou a interpretar a heroína. 

Como se pode perceber, as alterações no rumo dos games e filmes de Croft praticamente foram feitas de forma paralela. É uma das marcas em que as mídias mais se complementam. 

Saiba mais sobre a relação dos jogos e longas de Tomb Raider:

Angelina Jolie

Cena de Lara Croft: Tomb Raider, com Angelina Jolie


O primeiro game da personagem surgiu em 1996 e foi um verdadeiro sucesso. A produção foi revolucionária pelo modo como aplicava o 3D. De acordo com o portal Games Radar, o jogo chegou a levar essa tecnologia para a Europa antes de Mario 64, o grande expoente da técnica. 

O visual das expedições de Lara em diferentes cenários e os puzzles eram o grande foco do game. Isso repercutiu nas sequências, lançadas por muitos anos seguidamente. Mesmo a aparência de Croft era um fruto da inovação técnica da época, que tinha o objetivo de "deslumbrar" os olhos do jogador. A personagem ficou marcada pelos shorts curto, a regata branca e as duas pistolas, traje radicalmente alterado anos depois. 

O primeiro filme da aventureira com Jolie, Lara Croft: Tomb Raider (2001), foi fiel de modo geral aos games. O visual da atriz no longa é uma prova disso, o que gerou uma abordagem ao estilo femme fatale na trama do longa. Todas essas escolhas também deram bons frutos; o filme rendeu mais de US$ 274 milhões ao redor do mundo e garantiu a sequência, Lara Croft Tomb Raider: A Origem Da Vida (2003). 

Obviamente, o resultado do filme com Jolie influenciou os games e no mesmo ano de estreia da continuação, o jogo Lara Croft Tomb Raider: The Angel of Darkness foi lançado. De acordo com o Business Insider, o projeto marcou a primeira aparição de Croft no Playstation 2 e trouxe algumas mudanças, como a aparência dela - ficou mais parecida com Jolie. 

The Angel of Darkness foi controverso e as continuações não seguiram pelo mesmo caminho. Do lado do cinema, A Origem da Vida havia arrecadado mais de US$ 160 milhões mundialmente, o que não foi o suficente para um terceiro longa. 

Sem coincidências, a personagem só voltou aos cinemas quando os jogos mudaram radicalmente as suas características narrativas e visuais. 

Alicia Vikander

Tomb Raider - Lara Croft


Em 2013, a saga sofreu um reboot nos games. Tomb Raider renovou os ares da franquia com uma trama mais aprofundada, o tom de história de sobrevivência e a mudança de visual de Lara; ela é bem menos sexualizada, sendo o seu novo traje uma calça, regata e um arco no lugar das pistolas. 

O segundo game do reboot, Rise of the Tomb Raider, foi lançado em 2015. Sem coincidências, a franquia voltou aos cinemas três anos depois, com Tomb Raider - A Origem. O filme absorveu totalmente o rumo dos novos jogos, com uma protagonista mais jovem e uma aventura na selva. 

Em 2018, o mesmo ano de estreia do filme, o jogo Shadow of the Tomb Raider foi lançado e encerrou a trilogia iniciada em 2013. A história traz uma Lara Croft mais experiente, em decorrência de tudo que ela viveu desde o primeiro game. 

Tomb Raider - A Origem fez mais de US$ 274 milhões ao redor do mundo. Não foi o resultado que a Warner esperava, mas ainda assim garantiu a próxima sequência. Em termos de referências, uma continuação era praticamente iminente, pois os próximos filmes podem facilmente beber nas fontes de Rise of the Tomb Raider e Shadow of the Tomb Raider. Em ambos, ela enfrenta a Trindade, organização terrorista que tem o objetivo de controlar o sobrenatural.

Nas últimas cenas de A Origem, é revelado que Ana (Kristin Scott Thomas), que trabalhava com o pai de Lara, é a cabeça do grupo criminoso e agora ela controla todo o império Croft. Ou seja, independentemente da premissa, Tomb Raider 2 deve desenvolver esse confronto como nos games. 

 

Nesta matéria você leu sobre: Tomb Raider - A OrigemLara Croft: Tomb Raider, Lara Croft Tomb Raider: A Origem Da Vida, Angelina Jolie, Alicia Vikander.

Veja também:

Tomb Raider 2: O que esperar do novo filme de Lara Croft

Filmes para quem gosta de jogar Among Us


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus