cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    TOP 6: Filmes dirigidos por mulheres

    Relembre os grandes sucessos comandados por elas nas telonas
    Por Thamires Viana
    29/10/2020

    As mulheres vêm buscando cada vez mais espaço no mercado cinematográfico e mostrando que não estão para brincadeira quando assumem a cadeira da direção.

    Mesmo que ainda representem uma parcela pequena nesse competitivo posto, as diretoras não poupam esforços quando o assunto é qualidade e trazem às telonas filmes memoráveis e grandes sucessos de bilheteria.

    Greta Gerwig, Anna Muylaert e Sofia Coppola são só algumas das muitas diretoras que marcaram seu nome da história do cinema mundial e integram o nosso TOP 6.

    Confira:

    6. Adoráveis Mulheres (Greta Gerwig)

    Dirigido por Greta Gerwig, o longa adaptado do romance homônimo de de Louisa May Alcott, um dos livros mais lidos na América do Norte e clássico literário mundial, foi indicado ao Oscar de 2020 na categoria de Melhor Filme. A trama acompanha a história sobre a vida de quatro irmãs - Meg, Jo, Beth e Amy March - detalhando sua passagem da infância para a vida adulta.

    5. Que Horas Ela Volta? (Anna Muylaert)

    O renomado longa nacional dirigido por Anna Muylaert é estrelado por Regina Casé como Val, uma mulher que se mudou para São Paulo para poder trabalhar e dar melhores condições para sua filha Jéssica. A garota ficou em Pernambuco. Anos depois, Jéssica liga para sua mãe pedindo para ir até São Paulo para prestar o vestibular. Os chefes de Val recebem sua filha de braços abertos, mas o compartamento da garota complica a situação.

    4. Encontros E Desencontros (Sofia Coppola)

    O segundo longa-metragem de Sofia Coppola ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original e sua história se concentra em dois hóspedes de um mesmo hotel em Tóquio: Bob (Bill Murray), famoso ator de meia-idade que está na cidade para participar de um comercial de uísque, e Charlotte (Scarlett Johansson), a jovem esposa de um fotógrafo de moda também trabalhando na cidade. Quando se encontram, eles passam a explorar maneiras originais e agradáveis de fugir do tédio e da solidão que os persegue.

    3. Mulher-Maravilha (Patty Jenkins)

    No longa de Patty Jenkins estrelado por Gal Gadot, antes de ser a Mulher-Maravilha, ela era Diana, princesa das amazonas, treinada para ser uma guerreira invencível. Criada em uma ilha paradisíaca isolada, ela descobre que um enorme conflito assola o mundo exterior quando um piloto americano cai em suas terras. Diana deixa sua casa, convencida de que pode parar a ameaça. Lutando ao lado de homens em uma guerra para acabar com todas as guerras, Diana descobre a dimensão de seus plenos poderes e seu verdadeiro destino.

    2. Guerra Ao Terror (Kathryn Bigelow)

    O filme fez de Kathryn Bigelow a primeira mulher a ganhar um Oscar na categoria de Melhor Direção. Na trama, os soldados americanos JT Sanborn, Brian Geraghty e Matt Thompson são enviados para o Iraque como parte do esquadrão antibombas. Em uma das missões, um erro faz com um explosivo seja detonado e Matt morre. O exercito então envia o sargento William James como substituto.  

    1. Selma (Ava DuVernay)

    Um dos grandes sucessos da carreira de Ava DuVernay é a emocionante cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King, Jr (David Oyelowo). A história acompanha as marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma (estado do Alabama) até a capital Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana. 

    Veja também:

    Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Anna Muylaert

    Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Laís Bodanzky

    Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Nia DaCosta

    Especial Mulheres na Direção: conheça a carreira de Sofia Coppola

    Conheça a trajetória e os marcos do Cinema Negro