cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Edward além de Crepúsculo, aos 35 anos astro mostra que é ator de respeito

    Robert Pattinson tem moral por grandes papéis que encarou
    Por Da Redação
    03/09/2020 - Atualizado há 2 meses

    Robert Pattinson se tornou um ator conhecido pela saga Crepúsculo, mas provou ser incrivelmente versátil no seus projetos subsequentes. Ele consegue fazer de tudo! 

    No aniversário do ator e para aquecer as suas expectativas para The Batman, em que ele será o Homem-Morcego, confira os seus melhores papéis em filmes:

    6 - O Rei

    Robert Pattinson mostrou que pode ser um bom vilão. Ele interpreta o impetuoso Delfim, rival do Rei Henrique V, o protagonista encarnado por Timothée Chalamet.

    O projeto original da Netflix é muito curioso na carreira dele por ser um épico, um dos gêneros cinematográficos o qual ele menos se aventurou. E mesmo assim arrasou! 

     

    5 - Cosmópolis

    Um dos motivos para crer que ele será um bom Bruce Wayne em The Batman. O ator encarna um ricaço que tem a fortuna ameaçada o tempo todo.

    É uma história que brinca com o cotidiano, em que Eric (Pattinson) só sai para cortar o cabelo, mas grandes reflexões derivam disso, assim como Bom Comportamento. Além disso, essa foi uma das grandes parcerias do astro, pois ele trabalhou com o veterano David Cronenberg, diretor responsável por clássicos como A Mosca e Marcas da Violência. 

     

    4 - The Rover: A Caçada

    O ator possui uma característica sensacional em muitos dos seus trabalhos, que é roubar a cena em um papel de coadjuvante. No longa pós-apocalíptico não é diferente. 

    A sua jornada ao lado do personagem de Guy Pearce de buscar um carro é repleta de tensão e em nenhum momento entrega o que está acontecendo de fato, o que deixa o espectador muito curioso. 

     

    3 - Z- A Cidade Perdida

    Pattinson se entrega à trajetória de Henry Costin, que é o melhor amigo e companheiro de aventuras do protagonista encarnado por Charlie Hunnam .

    Costin acompanha o arco emocional de Percy (Hunnam) sendo um ponto-chave na trama; ele comprova o quanto o personagem principal é egocêntrico e ao final só acaba ligando para os seus feitos do que a própria família.

     

    2 - O Farol

    O projeto mais ambicioso do ator até então, pois ele atua praticamente o filme inteiro apenas com Willem Dafoe e mesmo assim rende cenas intensas e com debates existenciais.

    A sua dinâmica com o companheiro de tela nesse terror psicológico é simplesmente fenomenal. O diretor Robert Eggers, conhecido por A Bruxa, consegue tirar o máximo de qualidade dos dois também para o desenvolvimento da história.

     

    1 - Bom Comportamento

    Uma das produções que elevou o status de Pattinson como ator. A dubiedade moral que ele dá a Connie é o ponto alto da trama.

    Na narrativa, o irmão do seu personagem é preso e ele faz de tudo em uma noite para conseguir dinheiro para pagar a fiança. No entanto, a dúvida sobre por quem o protagonista faz isso - por ele mesmo ou pelo parente - fica no ar e Robert encabeça esse questionamento muito bem.

    Continua após o anúncio

    Veja mais