Top 6 - Os filmes de luta imperdíveis do cinema

E para você, quais são os melhores filmes de luta?

06/11/2020 10h00 (Atualizado em 20/11/2020 19h29)

Por Daniel Reininger

Boas lutas fazem parte do cinema desde o seu início e alguns filmes conseguem trazer toda a tensão de um combate corpo a corpo para as telonas. Selecionamos os filmes com as melhores cenas de luta já feitos; confira:

6. Mortal Kombat

O melhor filme de videogame já feito é também um ótimo exemplo de lutas incríveis, momentos marcantes e disputas mortais. Na trama, Três guerreiros mortais são atraídos a uma ilha misteriosa, onde enfrentam inimigos terríveis, como o espectro Scorpion (Chris Casamassa) e o lin-kuei Sub-Zero (François Petit) em um combate decisivo. São eles: Sonya Blade (Bridgette Wilson), agente da força especial americana; Johnny Cage (Linden Ashby), um vaidoso ator; e Liu Kang (Robin Shou), um legítimo monge Shaolin. Eles foram os escolhidos para defender o destino da Humanidade em um milenar torneio, o Mortal Kombat. Com a proteção do poderoso deus do trovão Raiden, eles terão de superar seus medos e inseguranças para derrotar o campeão do torneio o gigante de quatro braços Goro e o maligno feiticeiro Shang Tsung.

 

5. O Grande Dragão Branco 

Van Damme impressiona com suas técnicas de luta nesse filme sobre um soldado americano em um torneio secreto de artes marciais. Na história, Frank Dux (Van Damme) é um militar norte-americano que consegue vaga no "Kumite", um torneio super-secreto e ilegal que reúne os melhores praticantes de artes marciais de todo o mundo. Não há regras e os lutadores chegam realmente ao limite, que é a morte de um dos adversários. Mas não são apenas os lutadores que têm interesse no torneio: uma determinada repórter fará de tudo para se infiltrar nos bastidores da competição, assim como a polícia, que pretende acabar com o evento de uma vez por todas.

 

4. Kill Bill: Vol. 1

A Noiva é uma das maiores lutadoras de todos os tempos. Ela é capaz de enfrentar hordas de inimigos sem nem suar. Na trama, Beatrix Kiddo é uma das mais perigosas integrantes de um grupo de mulheres assassinas. No dia de seu casamento, seu ex-chefe Bill (David Carradine) e seus comparsas viram-se contra ela, ferindo-a seriamente. Cinco anos depois, ela desperta do coma provocado pelo ataque e parte em busca de vingança. Primeiro, ela se prepara para acabar com suas ex-companheiras, deixando Bill por último

 

3. Creed: Nascido Para Lutar 

O spin-off de Rocky reviveu a franquia com força total. Adonis é um grande lutador e garante cenas memoráveis. Na trama, Adonis Johnson (Michael B. Jordan) nunca conheceu o pai, Apollo Creed, que faleceu antes de seu nascimento durante uma luta. Ainda assim, o jovem decide entrar no mundo das competições profissionais de Boxe. Após muito insistir, p jovem consegue convencer Rocky Balboa (Sylvester Stallone) a ser seu treinador e, enquanto um luta pela glória, o outro luta pela vida.

 

2. Rocky - Um Lutador 

Poucos filmes causam o impacto desse com Stallone, cheio de lutas incríveis, momentos de superação e muita dor e sangue em disputas sofridas. O icônico Rocky (Stallone) começa como um lutador de boxe de uma pequena academia da Filadélfia. Quando acha que não está chegando a lugar algum, é escolhido para ser o próximo oponente de Apollo Creed (Carl Weathers), campeão mundial de peso pesados. Para Apollo, é apenas mais uma exibição; para Rocky, a chance da sua vida. Com a ajuda de seu treinador, Rocky prepara-se para a grande luta, ao mesmo tempo que o amor pela nova namorada, a tímida Adrian (Talia Shire), lhe dá ainda mais forças.

 

1. Touro Indomável

É a melhor atuação de Robert DeNiro, como boxeador que vira comediante. O longa é impressionante e as lutas impactantes. Na trama, Jake La Motta (De Niro) é um boxeador cuja complexidade psicológica e sexual explode em violência dentro e fora do ringue. Seu irmão (Joe Pesci) se torna vítima de sua crescente paranoia e ciúme enquanto ele consegue seu troféu mais precioso: uma garota de quinze anos (Cathy Moriarty).


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus