cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Urso que consumiu 30kg de cocaína vai ganhar filme dirigido por Elizabeth Banks

    Cocaine Bear promete ser um thriller interessante sobre o caso que aconteceu em 1985
    Por Thamires Viana
    10/03/2021 - Atualizado há 7 meses

    Fãs de histórias curiosas, se preparem! Segundo informações do Deadline, a atriz e diretora Elizabeth Banks assume a cadeira de direção do filme Cocaine Bear, thriller que contará a história real de um urso que consumiu cerca de 30kg de cocaína em 1985 no Kentucky, estado localizado na região sudeste dos Estados Unidos. 

    Cocaine Bear terá roteiro assinado por Jimmy Warden, o mesmo que escreveu A Babá: Rainha da Noite, comédia de terror que chegou à Netflix em 2020. Pela dupla, já dá para apostar que o thriller trará às telas um tom bem humorado. 

    O filme terá distribuição da Universal Pictures e Banks será uma das produtoras ao lado de Max Handelman, pelo selo da Brownstone Productions, e também de Phil Lord e Chris Miller, da produtora Lord Miller.

    A novidade vem quase dois anos após Banks dirigir As Panteras, remake estrelado por Kristen Stewart, Ella Balinska e Naomi Scott. O filme rendeu US$ 73 milhões de dólares mundialmente. 

    Cocaine Bear ainda não tem informações sobre lançamento ou elenco. 

    Caso real

    Cocaine Bear Reprodução / Site Kentucky For Kentucky

    Apelidado de Pablo Eskobear, em referência ao narcotraficante colombiano Pablo Escobar, o mamífero faleceu em setembro de 1985 após consumir 30kg de cocaína que haviam sido lançados de um avião por um traficante procurado pela polícia na época. O animal foi encontrado por investigadores ao lado de dezenas de sacos plásticos que estavam abertos e continham a droga. 

    Seu estômago estava literalmente cheio de cocaína. Não há mamífero no planeta que sobreviva a isso”, afirmou o legista que fez a necropsia do urso. “Houve hemorragia cerebral, insuficiência respiratória, hipertermia, insuficiência renal, insuficiência cardíaca, derrame..,", completou ele ao jornal Kentucky for Kentucky na época. (via Mirror.co)

    O corpo de Eskobear foi embalsamado e hoje está localizado em um shopping do Kentucky como parte da história do estado. 

    Conteúdo Relacionado