cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    VENEZA 2007: Andarilho é exibido

    Por Da Redação
    05/09/2007

    O filme Andarilho, novo projeto do cineasta e artista plástico brasileiro Cao Guimarães, foi projetado ontem na mostra Horizontes da 64ª edição do Festival de Cinema de Veneza. O cineasta não costuma lançar seus filmes em grandes salas de cinema, mas já apresenta em seu currículo obras consagradas em festivais como o documentário Alma do Osso, de 2004, premiado no festival É Tudo Verdade.

    O longa de Cao Guimarães conta a história de três andarilhos solitários que percorrem trajetórias distintas em estradas do Nordeste de Minas Gerais. Os personagens são tratados como objetos de composição de uma instalação artística. O universo das artes plásticas também é evocado pelos elementos puramente figurativos ou estéticos que ganham forma de personagem. A imparcialidade do olhar do cineasta faz com que até uma lagosta que atravessa a estrada possua o mesmo peso e seja colocada ao mesmo nível dos protagonistas. Com duração de 80 minutos e trilha sonora do grupo O Grivo, o filme relaciona o caminhar e o pensar, mostrando a vida como um lugar de mera passagem.

    Formado em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Guimarães tem mestrado em Fotografia na Westminster University, de Londres. Seus trabalhos em cinema e artes plásticas já foram exibidos em museus como Guggenhein, em Nova York, e Mori, em Tóquio, além de ter participado de mostras como a Bienal de São Paulo e a Insite Biennial, em San Diego. Desde o fim dos anos 90, o cineasta tem-se dedicado a documentários como O Fim do Sem Fim, A Alma do Osso e Da Janela do Meu Quarto, premiado no festival de cinema de Toulouse, França.