Veneza, de Miguel Falabella, acompanha dona de bordel em busca do amor perdido

História é uma adaptação da peça "Venecia", do escritor argentino Jorge Accame

03/10/2020 15h00

Por Daniel Reininger

Com estreia marcada para dezembro nos cinemas, Veneza é um filme nacional do comediante Miguel Falabella, que tem a inusitada história de uma dona de bordel aposentada que deseja conhecer a cidade e reencontrar o único homem que amou na vida. Saiba mais sobre esse filme de drama:

Trama

A história é uma adaptação da peça "Venecia", do escritor argentino Jorge Accame, e foi gravada no Uruguai e na Itália. "Veneza é o filme da minha maturidade. Ele mostra a angústia de uma mulher que, na velhice e na cegueira, percebe que foi cruel com o único homem que a amou. É um filme intenso e desejo que seja visto, também, fora do Brasil", explicou Falabella após a exibição do longa no Festival de Gramado.

Na trama, reencontrar o único homem que amou é o sonho de Gringa (Carmen Maura), dona de um bordel no interior do Brasil. Mesmo cega e muito doente, ela insiste em realizar seu último desejo: ir até Veneza para pedir perdão ao amante que abandonou décadas atrás.

Para levá-la à cidade italiana, Tonho (Eduardo Moscovis), Rita (Dira Paes) e as outras moças que trabalham para Gringa idealizam um fantástico plano com a ajuda de uma trupe circense. Com isso, todos vão juntos até Veneza para ajudá-la a pedir perdão a ele.

Elenco e produção

O longa conta tem roteiro e direção de Miguel Falabella (Sai De Baixo - O Filme) e produção de Júlio Uchoa S.o.s Mulheres Ao Mar 2.

Lançamento

A estreia está marcada para 10 de dezembro nos cinemas de todo o Brasil. Veja o trailer


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus