cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Vida de Betinho vai virar filme

    Por Da Redação
    11/09/2001

    Betinho, o homem que se transformou no símbolo da cidadania no Brasil, terá sua vida transformada em filme.

    A iniciativa é de seu filho, Daniel Carvalho de Souza, de 35 anos. Ele acredita que o maior exemplo do pai é ter sido um homem comum, e que é preciso lembrar as pessoas que as mudanças podem ser feitas por pessoas comuns. Ele afirma que o pai poderia ter usado a saúde frágil como argumento para pensar apenas em si, mas fez o oposto.

    O sociológo Betinho faleceu em 9 de agosto de 1997, aos 61 anos, em conseqüência da aids, contraída por ser hemofílico. Nos anos 70, havia sido militante e exilado político. Teve que ficar fora por 8 anos, voltando após a anistia em 1979. Em 1981 fundou o Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, e continuou se envolvendo com os problemas de várias áreas: ecologia, ética, miséria, saúde. Nos anos 90 lançou a campanha "Ação da Cidadania contra a Miséria e pela Vida", que mobilizou muita gente e o tornou conhecido do grande público. E se tornou o homem-símbolo da cidadania no Brasil.

    O diretor do filme será Alberto Graça (de O Dia da Caça), o roteirista é Alcione Araújo, e a produção de Luciana Boal Marinho. O diretor pensa em usar diferentes atores para as várias fases da vida, mas ainda não há nomes definidos. O projeto será acompanhado pela viúva de Betinho, Maria, e por seus dois filho, Daniel e Henrique, que se preocupam em manter a fidelidade aos fatos. E afirmam que a idéia é mostrá-lo como o homem informal e simples que foi, sem transformar sua biografia num épico e sem dar ao personagem ares de herói.