cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Woody Allen: Filha adotiva reafirma que sofreu abuso sexual

    Dylan Farrow desabafou em carta publicada pelo jornal The New York Times
    Por Gustavo Assumpção
    02/02/2014

    Dylan Farrow, filha de Mia Farrow, ex-mulher de Woody Allen, falou abertamente sobre o abuso sexual que sofreu quando tinha apenas 7 anos. O desabafo veio por meio de uma carta aberta publicada na edição do final de semana do jornal The New York Times.

    "Qual o seu filme favorito de Woody Allen? Antes de responder, você deve saber: quando eu tinha sete anos, Woody Allen me pegou pela mão e me levou para um sotão mal-iluminado no segundo andar de nossa casa. Ele me mandou deitar de barriga para baixo e brincar com os trens elétricos de meu irmão. Ele então abusou sexualmente de mim".

    Durante o texto, Dylan conta que revelou o que tinha acontecido para a mãe, Mia, que imediatamente rompeu o relacionamento com o diretor. Ela também revela alguns comportamentos obscuros do cineasta, como quando a levava para longe de amigos e de sua mãe e quando colocava seu dedo na boca da menina.

    O caso vazou para a imprensa pela primeira vez em 1993, mas foi sempre negado veementemente por Woody. O abuso sexual que Dylan teria sofrido ressurgiu depois da reação de seu irmão, Ronan Farrow, durante a homenagem recebida por Woody Allen durante o último Globo de Ouro.

    + Mia Farrow não perdoa após ausência de Woody Allen no Globo de Ouro

    "Cada vez que via o rosto de meu abusador - em um cartaz, em uma camiseta, na televisão -, só podia esconder meu pânico até encontrar um lugar para ficar sozinha e me esconder", desabafou Dylan, hoje com 28 anos.

    "Woody Allen é um testemunho vivo do modo no qual nossa sociedade julga os sobreviventes de ataques sexuais e abusos", encerrou.