Woody Allen perde primeira etapa do processo contra Amazon

O cineasta alega que a Amazon descumpriu o acordo de distribuição de seus filmes

31/07/2019 19h29

A batalha judicial de Woody Allen contra a Amazon Studios está sendo desfavorável para o diretor. Acontece que, em decisão de hoje (31), a juíza Denise Cote determinou que Allen não pode processar o estúdio por seus vários projetos, mas sim de maneira individual cada uma dos filmes não lançados pela empresa.

O diretor e a Amazon tinham um contrato para a distribuição de cinco filmes, mas por conta das acusações de assédio sexual o estúdio acabou não cumprindo o acordo. A Rainy Day in New York seria o terceiro longa e com previsão de estreia em 2018, só que ele foi adiado até não ganhar uma nova data.

Allen entrou com uma ação judicial alegando que o estúdio não poderia abandonar seus planos de distribuição por causa de uma alegação "infundada" de que ele havia molestado sua filha adotiva, Dylan Farrow, em 1992.

Mesmo com essa situação, o diretor já começou as filmagens de seu próximo longa, ainda sem detalhes revelados.


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus